fbpx

Polícia

Adolescente morta e enrolada em lençol: suspeito é preso em GO

Um suspeito de envolvimento na morte da adolescente Amélia Vitória, de 14 anos, em Aparecida de Goiânia, na região metropolitana da capital goiana, foi preso na noite desse domingo (3/12). O corpo da estudante foi encontrado no sábado (2/12), enrolado em um lençol, após dois dias desaparecida.

Segundo informações da Polícia Militar do estado, trata-se do pedreiro Edmar Tavares da Silva, de 47 anos. Ele se tornou suspeito do crime depois que câmeras de segurança registraram o carro dele passando pela rua em que Amélia Vitória foi encontrada morta, no momento que o corpo foi colocado na calçada.

As autoridades encontraram Edmar por meio das características do veículo.

Suspeito de morte da adolescente investigado

Ainda no sábado (2/12), o homem teve o carro e o celular apreendidos. De acordo com a polícia, foi encontrado conteúdo pornográfico no telefone.

Apesar de o homem ser considerado suspeito pela PM e ter apresentado uma “versão contraditória” ao ser abordado, no sábado ele foi liberado por “ausência de provas materiais”. Mas foi preso novamente na noite de domingo (3/12).

Ainda conforme informado pela polícia, cães da GCM farejaram as vestimentas da vítima e, em seguida, encontraram possíveis sinais de que ela poderia ter sido transportada no porta-malas do veículo. De acordo com a Polícia Científica, a perícia no carro do suspeito foi iniciada ainda no sábado.

Edmar responde pelo crime de estupro contra outra adolescente, sua enteada. O crime aconteceu em 2022, quando a jovem tinha 15 anos e acabou engravidando.

Advertisements

Deixe uma resposta