Apenas 11% dos brasileiros têm dinheiro para as despesas extras de janeiro

Janeiro geralmente é o mês com mais contas. É nele que são cobrados, por exemplo, impostos como o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), matrícula dos filhos na escola, além de reajustes em mensalidades e contas.

Mas, segundo uma pesquisa feita pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), apenas 11% dos consumidores brasileiros têm condições de pagar as despesas sazonais deste período.

Segundo o levantamento, apenas esses 11% conseguem arcar com essas despesas sem que seja necessário fazer uma economia ou reserva financeira ao longo do ano. A pesquisa ainda mostra que 22% dos entrevistados não fizeram qualquer planejamento para pagar esses compromissos em 2020.

Para este novo ano, 26% dos entrevistados precisou economizar nas festas e com as compras de Natal para conseguir pagar as despesas de janeiro.

Outros 21% guardaram pelo menos uma parte do 13º salário para essas despesas e 17% disseram ter montado uma reserva ao longo de 2019 para cobrir os gasto. Por fim, 14% fizeram algum trabalho para conseguir uma renda extra. O SPC Brasil ainda pesquisou quando os brasileiros que parcelaram as compras natalinas vão terminar de pagar as parcelas.

Na média, essas prestações só se encerram no mês de abril, o que sinaliza um orçamento comprometido para além do primeiro trimestre do ano. Da Valor Investe.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: