Após 13 dias, CTA inicia buscas em alto mar por pescadores desaparecidos em Raposa, no MA

O Corpo de Bombeiros, a Capitania dos Portos e o Centro Tático Aéreo (CTA) iniciaram buscas em alto mar dos três pescadores desaparecidos há 13 dias, após saírem para realizar atividade pesqueira em Raposa, na Região Metropolitana de São Luís.

A iniciativa partiu da suspeita de que os três podem estar à deriva no oceano. Até o momento, nem mesmo o barco dos pescadores foi encontrado.

Antes, os agentes já tinham se reunido com pescadores da região para entender como funcionam as correntes marítimas e tentar descobrir o local exato onde o trio poderia estar.

As primeiras buscas não encontraram vestígios dos pescadores e apenas o material de pesca foi encontrado boiando na Baía de Cangatá, na entrada da Baía de São José, cerca de 14 milhas da costa do litoral de Raposa.

Lucas dos Santos, de 18 anos; André Veras Silva, de 37 anos e Francisco José Pereira de Araújo, de 30 anos, saíram para pescar no dia 25 de junho. Os três saíram do Porto do Braga, em Raposa, em uma embarcação a motor. Segundo as famílias, a expectativa é que eles retornassem para casa em cinco dias, como era de costume, o que não aconteceu.

Acompanhe essas e outras notícias em Imaranhao.com. Siga, também o Imaranhao no TwitterInstagram e curta nossa página no Facebookse inscreva no nosso canal no Youtube. Entre em contato com nossa redação pelo WhatsApp ou ligue (98) 98400-0977.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: