Aumenta fluxo de turistas, mas praias seguem impróprias em São Luís

O período de férias oficialmente começou, e a busca de lugares por diversão em São Luís aumentou. O número de populares e turistas que frequentam as praias, mesmo nos dias de semana, aumentou significativamente, e a tendência é que o comércio nessas regiões seja ainda maior na próxima semana.

“Desde a última semana de junho identificamos um aumento de consumidores no nosso restaurante, sobretudo de turistas. Os locais continuam lotando nossos espaços, mas o sábado e domingo são os dias em que mais frequentam”, explica Francilene Regina, supervisora de um restaurante localizado na Avenida Litorânea, Praia de São Marcos.

A família Spitck, de Santa Catarina, escolheu a praia como opção de passeio para curtir o segundo dia de férias na capital. “Curtimos muito ficar na área da praia e de tomar sol. A culinária local está de parabéns”, disse o pai, Valmir Spitck.

Contudo, a família não se aventurou nas águas do mar de São Luís, que seguem 100% impróprias. De acordo com dados da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), em laudo referente à ação de monitoramento realizada no período de 27 de maio a 24 de junho, foram coletadas e analisadas amostras de água de 21 pontos distribuídos nas praias da Ponta d’Areia, São Marcos, Calhau, Olho d’Água, Praia do Meio e Araçagi, e todos estão com níveis altos de poluição.

Problema para as crianças
O fato de as águas do mar seguirem impróprias deixa muitos pais frustrados, como é o caso de Cleize Sousa. “Não temos muitas opções de lazer em São Luís, e um dos nossos principais atrativos são as belas praias. Mas é péssimo saber que o contato com a água pode acarretar em problemas para a saúde”, conta a mulher.

O filho de Cleize Sousa, Bento, de apenas três anos, apenas molhou os pés no mar. O banho é proibido, para a mãe do garoto. “Isso é triste. Tanto o poder público e seu descarte inadequado de esgoto como nós mesmos, ludovicenses, temos que mudar de postura em relação a isso”, completa.

Perigo à saúde
A falta de saneamento acarreta um problema de saúde pública, pois a imersão em águas impróprias implica em um potencial de risco para pessoas que entrarem em contato com essa água, em especial as crianças e idosos, que apresentam maior probabilidade de contaminação por terem um organismo mais exposto e frágil.

As doenças mais comum transmitidas pelo mar poluído são as gastroenterites, que podem ser causadas por bactérias ou protozoários, como as amebas, ou por vírus, como o rotavírus e o norovírus. Esses micro-organismos entram no corpo em contato com a água contaminada e pode desencadear vômito, diarreia, cólicas, febre e até sangue nas fezes.

A estudante Milena Castro também afirma que o fato de as praias estarem poluídas impedem que ela entre na água. “Tenho receio de me contaminar com alguma doença. Por isso, sempre que venho à praia, evito entrar no mar”.

Saiba Mais

Pontos impróprios para o banho segundo relatório

Praia da Ponta d’ Areia – Ao lado do Forte Santo Antonio
Praia da Ponta d’ Areia – Atrás do Hotel Praia Mar
Praia da Ponta d’ Areia – Atrás do Bar do Dodô
Praia da Ponta d’ Areia – Em frente à Praça de Apoio ao Banhista
Praia da Ponta d’ Areia – Em frente ao Edifício Herbene Regadas
Praia da Ponta d’ Areia – Em frente ao Hotel Brisa Mar I
Praia de São Marcos – Em frente aos Bares Do Chef e Marlene’s
Praia de São Marcos – Em frente à Barraca da Marcela
Praia de São Marcos – Em frente ao Agrupamento Batalhão do Mar
Praia de São Marcos – Em frente ao Ipem e ao Bar Kalamazoo
Praia de São Marcos – Foz do Rio Calhau I
Praia do Calhau – À direita da elevatória II da Caema
Praia do Calhau – Em frente à Pousada Tambaú
Praia do Calhau Em frente ao Bar Malibu
Praia do Olho d’Água – A direita da Elevatória Pimenta
Praia do Olho d’Água – À direita da Elevatória Iemanjá II
Praia do Meio – Em frente ao Bar do Capiau I
Praia do Meio – Em frente ao Bar da Praia
Praia do Araçagi – Em frente ao Fatima’s Bar
Praia do Araçagi – Em frente ao Bar Novo Point
Praia do Araçagi – Em frente ao Bar do Isaac

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: