Bolsonaro: Brasil é pacífico, mas não continuará sendo passivo com ataques

(Anápolis - GO, 04/09/2019) Presidente da República, Jair Bolsonaro recebe as honras militares.?Foto: Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quarta-feira (4) que o Brasil é um país pacífico, mas “não continuará sendo passivo” quando sofrer um “ataque à soberania”.

“Quando um país nos ameaça, não vem daquele momento, vem de momentos anteriores, onde infelizmente autoridades e chefes políticos não se interessaram com essa questão”, declarou em cerimônia em Anápolis, Goiás, para entrega da primeira aeronave KC-390 à Força Aérea Brasileira (FAB). O modelo é fabricado pela Embraer.

No evento, o presidente repetiu que “a Amazônia brasileira é nossa”. As declarações ocorrem após críticas de países europeus, principalmente da França, sobre a crise ambiental. Bolsonaro disse que os ataques tiveram efeito positivo, pois teriam engajado a população brasileira a defender a soberania do País.

Orçamento

O presidente ainda afirmou que o governo recebeu, em seu primeiro ano de gestão, um Orçamento “desorganizado para sermos civilizados” e disse que, “se Deus quiser”, o País deve “decolar” antes de 2022 “com reajuste de nossos orçamentos”.

“O caminho não é fácil. Gostaria de não fazer muita coisa que estou fazendo no tocante à (reforma da) Previdência. Mas sem esse trabalho e sem entendimento do parlamento brasileiro, nosso destino seria muito trágico”, declarou.

KC-390

A aeronave entregue à FAB tem capacidade de realizar operações em local de difícil acesso e promete ajudar no combate de emergências, como queimadas. O governo adquiriu 28 aviões deste tipo. O modelo foi desenhado em parceria com a FAB. O contrato envolvendo fase de projeto e execução saiu por US$ 2 bilhões.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: