Brasil vence Coreia do Sul em último jogo da seleção em 2019

Depois de cinco partidas sem vitória, a seleção brasileira venceu por 3 x 0 a Coreia do Sul, no estádio Mohammed Bin Zayed, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos.

O primeiro gol saiu logo aos 9 minutos, depois de uma jogada do meia Phillipe Coutinho que rolou para Renan Lodi cruzar na medida para Lucas Paquetá abrir o placar de cabeça. Lodi substituiu hoje Alecsandro, machucado.

Com mais mobilidade do meio de campo para a frente, a seleção criou boas oportunidades de ampliar. Numa delas, Fabinho tinha acabado de roubar a bola e partia com ela, quando foi derrubado pelo atacante coreano Hee-Chan Hwang. Falta para o Brasil, que Coutinho cobrou com maestria aos 34 minutos, quebrando um jejum de cinco anos. O último gol em cobrança de falta da seleção foi marcado por Neymar, num confronto contra a Colômbia, em 05 de setembro de 2014.

Após o intervalo, a seleção seguiu no controle e não demorou para marcar o terceiro gol: aos 14 minutos Coutinho rolou para Richarlison, que passou para Lodi cruzar para Danilo estufar a rede com um golaço de fora da área.

Já nos minutos finais, Tite promoveu várias substituições: Lucas Paquetá deixou o campo para Roberto Firmino entrar aos 38 minutos; o jovem atacante Rodrygo assumiu o ataque no lugar de Gabriel Jesus aos 41; e aos 42 o lateral-direito Emerson substituiu Renan Lodi, um dos principais destaque da partida.

Ficha Técnica:

Terça-feira, 19 de novembro de 2019

BRASIL  3 x 0 COREIA DO SUL

Amistoso

Local: Estádio Mohammed Bin Zayed, em Abu Dhabi (Emirados Árabes Unidos-EAU)

Juiz: Ammar Al Jeneibi (EAU)

Assistentes: Ahmed Al Rashidi (EAU e Jassem Abdulla Al Ali (EAU)

Brasil: Alisson, Danilo, Marquinhos, Militão e Renan Lodi; Fabinho, Arthur e Paquetá; Gabriel Jesus, Firmino e Coutinho.

Coreia do Sul: Jo Hyeon-woo; Kim Moon-hwan, Kim Young-Gwon, Kim Min-jae e Kim Jin-Su; Jung Woo-young, Ju Se-jong, Son e Lee Jae Sung; Hee-Chan Hwang e Hwang Ui-jo

Gols: no primeiro tempo Lucas Paquetá (8), Philippe Coutinho (35); no segundo tempo Danilo (14).

 

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: