fbpx

Cão é resgatado por pescadores em lago de Santo Amaro após sair em busca da crush

Esta é uma daquelas histórias de amor de novela ou filme que poderia ser embalada pela música Oceano de Djavan. Um doguinho apaixonado que estava em busca de uma cadelinha não mediu esforços para tentar chegar até sua crush.

Você pode até achar que é mais uma história de pescador, mas é fato! Rodrigo, Jhenio e Nailsom pescavam quando se depararam com o bichinho no meio do Lago São Francisco, em Santo Amaro. Eles resolveram resgatar o cão e avaliaram as condições em que ele se encontrava.

O doguinho, que parecia cansado, foi levado de volta à sede do município e entregue ao dono. “Quando ele veio ‘pra’ pegar o cachorro aqui na casa do meu pai, ele explicou o que aconteceu, que o cachorro fugiu e ‘tava’ indo atrás de uma cachorra no cio”, relatou Rodrigo, um dos pescadores que fez o resgate.

O tutor do cachorro disse que o pet tinha sumido e que toda a família o procurava. “Só foram saber do cachorro, quando eles olharam o vídeo da gente resgatando ele no meio do lago”, contou Rodrigo.

Entenda essa história

Uns dias antes, o dono saiu para comprar bois no povoado América, situado do outro lado do lago São Francisco. O cão foi junto e, durante a passagem, se encantou por uma cadela que parecia estar no cio, segundo relatos.

O doguinho retornou a Santo Amaro com seu dono, mas não conseguiu tirar da cabeça sua amada. Quem nunca teve uma paixonite num passeio, não é mesmo?

A canção do Djavan é perfeita para esta história de amor: “Assim que o dia amanheceu. Lá no mar alto da paixão dava pra ver o tempo ruir. Cadê você? Que solidão! Esquecera de mim?”.

Dessa forma, movido pelo ardente desejo de estar com a crush, este cão guerreiro, com veia de caçador, partiu rumo à América. Calma, estamos falando do povoado ali do lado. Quer dizer, nem tão do lado assim. Vamos explicar melhor com o mapa.

Betovem andou um trecho de terra e depois tentou atravessar o lago a nado. Quem faria isso? Ah, qual é, vai julgar o cara “moradessa”? Afinal, “amar é um deserto e seus temores”, como diz a trilha sonora desse casalzão.

No meio da travessia, o doguinho apaixonado acabou sendo encontrado pelo grupo de pescadores que o levou de volta para casa. Ficamos na torcida para que essa história ainda tenha um final feliz para o casal.


Acompanhe essas e outras notícias em Imaranhao.com

Siga, também o Imaranhao no Twitter, Instagram

Curta nossa página no Facebook

Inscreva-se no nosso canal no Youtube


Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: