fbpx

Giro

Celular Seguro: Governo lança aplicativo para bloquear aparelhos roubados

Governo Federal lançou nesta terça-feira (19) o aplicativo “Celular Seguro”. A ferramenta busca bloquear, de forma imediata, o acesso a aparelhos furtados ou roubados em todo o país.

Para utilizar o aplicativo, o usuário deve fazer o download do “Celular Seguro” nas lojas de aplicativos. No caso de aparelhos tipo Android, a aquisição acontece no Google Play Store. Já no iPhone, o usuário deve recorrer à App Store.

 

Após instalado, o usuário deve cadastrar os dados do celular na plataforma gov.br. Para isso, é necessário inserir o CPF, a data de nascimento e a senha da conta.

Caso o celular seja roubado, o usuário pode acionar o bloqueio do aparelho por meio do aplicativo ou do site do gov.br. A notificação será enviada imediatamente às operadoras de telefonia e aos bancos, que bloquearão o acesso ao dispositivo.

O aplicativo funciona como um atalho, um botão de emergência”, afirmou o secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), Ricardo Capelli.

O bloqueio inibe a receptação por quem compra o celular de origem duvidosa. Não vai mais ocorrer, o que desestimula o roubo. A pessoa não vai ter coragem de vender se não terá acesso às informações, dados bancários, nada. Esse aplicativo transforma o celular em um pedaço de metal inútil”, disse Capelli.

O aplicativo “Celular Seguro” é uma iniciativa do Governo Federal em parceria com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro).

Como funciona o Celular Seguro?

Para utilizar o aplicativo, o usuário deve seguir os seguintes passos:

  1. Instalar o aplicativo “Celular Seguro” nas plataformas Google Play ou App Store.
  2. Fazer o login utilizando a conta gov.br (o usuário deve inserir o CPF e a senha).
  3. Ao entrar no aplicativo, o usuário deve se ater aos termos de privacidade e concordar com os termos.
  4. Na página inicial, o responsável por realizar o cadastro pode:
    • Indicar uma pessoa de confiança;
    • Registrar um número de telefone;
    • Registrar ocorrência.

Fonte: Agência Brasil

 

Advertisements

Deixe uma resposta