fbpx

Entretenimento

Cheirar lágrimas de mulheres reduz agressividade nos homens, diz estudo

Chorar pode ter um efeito calmante, isso todo mundo sabe. Mas um estudo publicado na quinta (21) na revista científica americana PLOS Biology sugere que as lágrimas humanas, através de um sinal químico, também reduzem a atividade cerebral ligada à agressividade.

A pesquisa, que contou com testes nos quais lágrimas foram inaladas, foi realizada pelo Instituto Weizmann de Ciência, de Israel. As amostras foram coletadas de mulheres – isso pelo simples fato de elas terem se oferecido como participantes. No entanto, de acordo com os autores do estudo, é bem provável que o efeito não esteja relacionado apenas ao sexo feminino.

Segundo os pesquisadores, as lágrimas são um mecanismo dos mamíferos que fornece uma espécie de “cobertor químico protetor” contra a agressão.

O estudo foi precedido por outros, feitos com animais.

As lágrimas dos roedores contêm sinais químicos sociais com diversos efeitos, inclusive o bloqueio da agressividade masculina. As lágrimas humanas também contêm um sinal químico que reduz a testosterona masculina, mas seu significado comportamental não ficou clarodizem os autores do estudo

No mundo animal, as fêmeas de camundongos usam as lágrimas para reduzir as brigas entre os machos. E os machos da espécie rato-toupeira-pelado utilizam suas próprias lágrimas para reduzir ataques de outros indivíduos do sexo masculino.

Bloqueio da agressividade em homens

No estudo de Israel, uma equipe liderada por Shani Agron expôs 25 voluntários do sexo masculino a lágrimas “emocionais” ou a uma solução salina. Os voluntários não sabiam o que estavam inalando, pois ambas as substâncias eram transparentes e inodoras. As lágrimas reais foram obtidas de seis mulheres voluntárias, que assistiram individualmente a filmes com conteúdo sensível ou triste.

“Quando procuramos voluntários que pudessem doar lágrimas, encontramos principalmente mulheres, pois é mais aceito socialmente que elas chorem”, explica Agron.

Continua após a publicidade

A equipe de pesquisa queria demonstrar o efeito das lágrimas nos homens. “A redução da testosterona está associada à redução da agressividade, então, testamos a hipótese de que as lágrimas humanas agem como as lágrimas dos roedores para bloquear a agressividade masculina”, reportam.

“A redução da testosterona tem um efeito maior sobre a agressividade nos homens do que nas mulheres”, acrescenta Agron.

Vingança e comportamento agressivo

O estudo analisou o comportamento dos voluntários através de um jogo de computador, que envolvia acumular dinheiro enquanto um oponente fictício roubava seus ganhos. A pesquisa concluiu que a busca por vingança e o comportamento agressivo no jogo diminuíram em 43,7% depois que os homens cheiraram as lágrimas.

Os cientistas também analisaram o impacto sobre o comportamento por meio de scanners cerebrais e de ressonância magnética.

As imagens revelaram que o córtex pré-frontal e a ínsula anterior, que estão relacionados à agressividade, foram mais ativados quando os homens foram provocados durante o jogo, mas o efeito não foi tão forte quando eles inalaram as lágrimas.

Continua após a publicidade

“Em suma, nossos resultados mostram que, como nos roedores, um sinal químico ligado às lágrimas humanas reduz a agressividade masculina, um mecanismo que depende da sobreposição estrutural e funcional dos substratos cerebrais do olfato e da agressividade”, concluem os pesquisadores.

Advertisements

Deixe uma resposta