Condição da MA-006 dificulta o escoamento de soja no sul do Maranhão

Durante o pico do escoamento da safra de soja no sul do Maranhão, caminhoneiros reclamam cada vez mais das condições de infraestrutura da MA-006, por onde passa quase a metade da produção. Como o período de chuvas na região está no fim, neste momento é a poeira que incomoda os caminhoneiros e deixa as viagens mais perigosas.

Nos 240 km entre Alto Parnaíba e Balsas o Governo do Maranhão usou barro para tapar os buracos. Porém, com o movimento intenso, o material usado na obra vai se perdendo rapidamente.

“Estou com três molas quebradas ali. (…) Só prejuízo. Fazer o que, né?”, contou o caminhoneiro Lúcio Mário.

Já na BR-230, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) está realizando um serviço paliativo nos pontos mais críticos depois que três carretas tombaram no trecho entre Balsas e São Domingos do Azeitão.

O DNIT informou que, além do serviço emergencial na BR-230, três licitações estão em andamento para operação no trecho entre Carolina e Barão de Grajaú. Sobre as condições da MA-006, o Governo do Maranhão informou que está tentando financiamento com bancos internacionais para reconstruir a rodovia.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: