fbpx

Conheça a história da música “Ícone das Américas” do cantor Godinho que enaltece Barreirinhas

A música “Ícone das Américas” se tornou praticamente o hino cultural de Barreirinhas, pois é cantada por muitas manifestações culturais da região.

Conversamos com o compositor que falou um pouco da história da música que foi totalmente baseada nas belezas da cidade dos Lençóis Maranhenses.

A história da música era foi algo fantástico, segundo Godinho tudo começou com o convite para compunha um samba para o bloco tradicional “Os Vampiros”, do Bairro Cohab em São Luís, e pensando em temas, foi colocado, porque não falar de Barreirinhas, aí veio o nome Ícone das Américas.

“E, nessa altura já comecei logo viajar para tratar da questão da poesia. Comecei escrevendo, falando, sobre, a questão de te vejo toda azul, entre céu e mar, linda, clara pura e rara, lençóis aos ventos, ícone das américas. Quando o sol da manhã beijar você para vestir o mundo com o tecido de tuas mãos, arte que brota de ti que é uma arte única, artesanato de Barreirinhas ele é único no mundo, então, assim nós tivemos uma felicidade tamanha em escrever essa história”. Falou Godinho.

Parcerias

Godinho falou que além de enaltecer as belezas, também conversou com alguns barreirinhenses para conhecer um pouco da história local, que, com as parcerias de Wilson Bozó e Gigi Moreira, responsável pelos arranjos, deram vida a essa bela e icônica canção.

“Tive conversando com algumas pessoas a respeito de Barreirinhas, onde uma das primeiras pessoas que conheci foi um amigo meu e parceiro musical, Wilson Bozó, que foi secretário de cultura do município a cerca de trinta anos atrás. Ele me passou alguns tópicos da história de Barreirinhas, de alguns pontos, e, nessa altura também busquei me profundar e para conhecer ainda mais. Conversei também com outro parceiro meu, que, já é falecido, Gigi Moreira que me ajudou fazer os arranjos e a melodia”. Disse.

“Outro parceiro também foi Jeovah França, conversamos bastante para mim, chegar a questão da conclusão, eu sentei um pouquinho com cada um deles para poder concluir”. Lembrou.

Polêmicas

Outro parceiro de Godinho foi Renato Dioniso que na época entrou no projeto e me ajudou a gravar o álbum na qual a canção era a grande atração. Definimos tudo e assim foi feito. Recentemente a música deu polêmica, pois ela foi publicada em um vídeo, como se fosse do compositor Vovô e Boi Pérola dos Lençóis, como é vista neste poste no YouTube.

Segundo informações a música fora dada ao bumba-meu-boi pelo Renato Dionísio. Godinho explica o fato.

”A questão do Renato foi assim. Ele ajudou pagar a gravação da música, e eu o coloquei como parceiro também, mas nada que ele tivesse escrito em algo, contudo era o parceiro que estava conosco. Por uma questão de delicadeza colocamos ele como parceiro. Enfim, mas eu não sabia que a música ia ter essa repercussão tamanha e quanto famosa ficaria. Trabalhamos essa poesia com uma consciência absoluta do que nós queríamos. Eu pensei em bailarinas, contemplando toda aquela beleza que existe em Barreirinhas”. Enfatizou Godinho.

“Quanto a essa questão da venda ou direitos autorais fornecidos a outros, eu fiquei muito triste, isso é questão de oportunismo, um desrespeito e falta de caráter comigo e com algumas pessoas que me ajudaram também. Isso aí é muito pequeno, para a grandiosidade da obra na qual todos hoje temos nas mãos”. Falou.

Entramos em contato com Renato Dionísio que disse que a música foi cedida ao bumba-meu-boi Pérola dos Lençóis como uma forma divulga-la e que em nenhum momento vendeu a  mesma, por ser parceiro na construção da música o mesmo não viu problema em querer que a música fosse conhecida, como de fato aconteceu.

Existe uma possibilidade de transformar a música “Ícone das Américas” no hino municipal da cultura de Barreirinhas. Godinho falou que se convidado para esse possível ato, seria uma oportunidade única de esclarecer as polêmicas entorno da música.

Falar de Barreirinhas foi um dos momentos mais sublimes da minha história como compositor, como poeta, como artista, como cantor. Fico muito feliz em ouvir relatos das pessoas e de como ela tão bem aceita.

A música Ícone das Américas deu o título em 2004 ao bloco “Os Vampiros” na passarela do samba em São Luís com méritos e grandiosidade da poesia, a melodia, o entusiasmo, o bloco mostrou na passarela. Assim foi visto importância que ela tem.

Uma justa homenagem a esse grande compositor e essa música que reconhece, canta poeticamente a cidade de Barreirinhas não seria uma má ideia.

Vale ressaltar que grande parte da notoriedade da música foi devido ao Bumba-meu-boi Pérola dos Lençóis que é de Barreirinhas e tem na música seu carro chefe, inclusive se apresentando em São Paulo e levando a música como tema.

Ouça a música


Acompanhe essas e outras notícias em Imaranhao.com

Siga, também o Imaranhao no Twitter, Instagram

Curta nossa página no Facebook

Inscreva-se no nosso canal no Youtube


2 thoughts on “Conheça a história da música “Ícone das Américas” do cantor Godinho que enaltece Barreirinhas

  1. Sou Wilson Bozzó, compositor e cantor da cultura popular Blocos Tradicionais de Sao Luís e reclamo por um espaço nesse blog para esclrecimento sobre a matéria “Barreirinhas Icone das Américas”. Pois só tive conhecimento da matéria agora e é preciso desfazer muitas inverdades sobre a composiçao dessa música do qual sou um dos 5 compositores.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: