Corpo de auxiliar penitenciário assassinado é velado em São Luís

O corpo do auxiliar penitenciário Carlos Augusto Correia, de 44 anos, que foi assassinado a tiros no início da manhã de sexta-feira (3) no bairro Cohab, em São Luís, foi velado na manhã deste sábado (4).

A vítima trabalhava no sistema prisional há quatro anos, e era auxiliar de serviço penitenciário. Ele foi atingido por tiros enquanto esperava o transporte para ir ao trabalho. Segundo testemunhas, os assassinos estavam em uma motocicleta.

A esposa de Carlos Augusto, Simone Sousa, conta que ele chegou a ser levado ao hospital, mas não resistiu a gravidade dos ferimentos. Ele pretendia sair do trabalho assim que terminasse a graduação no curso de Serviço Social.

Corpo de auxiliar penitenciário Carlos Augusto Correia é velado em São Luís — Foto: Reprodução/TV Mirante

Com a morte de Carlos Augusto Correia, chega a dois o número de assassinatos de auxiliares de agentes penitenciários em apenas uma semana na capital. O primeiro caso foi registrado no último domingo (29). A vítima, de 45 anos de idade, também foi morta a tiros, na porta de sua residência.

O corpo do auxiliar penitenciário Carlos Augusto Correia, de 44 anos, que foi assassinado a tiros no início da manhã de sexta-feira (3) no bairro Cohab, em São Luís, foi velado na manhã deste sábado (4).

Morto a tiros

O auxiliar penitenciário Carlos Augusto Correia, de 44 anos, foi assassinado a tiros em São Luís. O crime aconteceu no início da manhã de sexta-feira (3), no bairro Cohab.

De acordo com informações da Polícia Militar, Carlos Augusto foi atingido com tiros de arma de fogo quando estava em frente a uma agência bancária, na Avenida Jerônimo de Albuquerque. As investigações preliminares apontam que o crime foi praticado por dois homens em uma motocicleta. Ele era lotado na Unidade Prisional de Ressocialização São Luís 5 (UPSL5).

G1MA

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: