Corpo de tripulante de embarcação que naufragou povoado Canto do Atins é encontrado

Por volta das 17h de ontem (8) a guarnição do Batalhão de Policia Militar de Turismo – BPTUR foi informada por populares que no povoado Canto do Atins, município de Barreirinhas, foi encontrado um corpo a beira mar de um homem de meia idade, sendo umas das prováveis vítimas do naufrágio de uma embarcação que aconteceu por volta das 13h, próximo a fox do Rio Preguiça.

A guarnição chegou até o local onde estava o corpo e com auxílio de moradores do local removeram-no ao Hospital Regional de Barreirinhas.

Após ao reconhecimento, foi confirmado que o corpo era de José Beto Henrique, de 34 anos, vítima do naufrágio.

José morava no bairro da Vila Nova, no município de Raposa. Os familiares reconheceram o corpo de José Beto Henrique por meio de fotos divulgadas nas redes sociais.

 

 

Sobre o naufrágio ainda carece de maiores informações, mas até o momento o que se sabe é que um barco da empresa de mergulho profissional “Marinheiro” de número “66” se deslocava de São Luís com destino a Barreirinhas, e em dado momento próximo ao povoado Atins, devido as condições de maré e ventania, o barco veio a naufragar. Segundo o dono da empresa, o Sr. André, na embarcação haviam cinco homens, sendo que dois deles foram encontrados com vida (José Eudes dos Santos e Jose Pires Ferreira Filho) e prestaram esclarecimentos a capitania dos portos.

José Eudes Albuquerque e Danrley Albuquerque, pai e filho que também possuem famílias em Raposa, estavam entre os náufragos, o primeiro foi um dos resgatados pela manhã e o segundo foi encontrado agora a noite com outro pescador ainda não identificado. Debilitados, eles foram levados para um hospital em Barreirinhas. Encontram-se desaparecidos ainda Ednaldo Sousa e Darlan Santos Albuquerque.

A empresa “Marinheiro” possui uma embarcação em Barreirinhas atracada no Porto do Eudes a cerca de 20 dias e encontra-se ainda sem atividade, a embarcação que viria de São Luís iria trazer peças e materiais de apoio para a embarcação já presente na cidade.

O fato foi apresentado na Delegacia Regional de Polícia Civil de Barreirinhas, para providências cabíveis.

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: