Covid-19: última paciente recebe alta de UTI em ala do HUUFMA que será desativada

SÃO LUÍS – Após ficar internada com o novo coronavírus (Covid-19), a paciente Flávia Cristina Abreu de Almeida, de 49 anos, recebeu alta com muita comemoração nesta terça-feira (30). Ela passou 34 dias internada na UTI Covid do Hospital Universitário da UFMA (HU-UFMA), em São Luís.

Flávia Almeida saiu muito emocionada e agradeceu a equipe de profissionais de saúde do HUUFMA.

“Agradecer vocês [profissionais de saúde]. Obrigado. Jesus em primeiro lugar. O Salmo 23 diz: ‘Nem que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal algum’. E Jesus está comigo. Vocês são parte da minha família”, contou Flávia.

Flávia Almeida era a última paciente internada em uma das duas Unidades de Terapia Intensiva (UTI) que o HUUFMA mantinha apenas para pacientes com Covid-19, e que hoje foi desativado.O Hospital Universitário da UFMA (HU-UFMA) vai manter apenas uma unidade exclusiva para pacientes com coronavírus.

Festa de aniversário

No dia 21 de junho, após passar 26 dias internada, Flávia Cristina Abreu de Almeida teve uma festa de aniversário supresa preparada com todo carinho pela equipe multiprofissional que atua na UTI Covid. O momento teve balões, bolo e votos de muita saúde para comemorar mais um ano de vida. Essa foi mais uma das ações desenvolvidas para levar um pouco de carinho e amor aos pacientes que estão isolados e longe de seus familiares e amigos por causa da Covid 19. A equipe multiprofissional se esforça para, além da assistência, se tornar uma rede de apoio capaz de auxiliar o paciente em dias tão difíceis.

Flávia Almeida falou emocionada sobre a surpresa “Eu amo vocês. Eu não viveria isso aqui sozinha se não fossem vocês me ajudando. Primeiro Deus, depois vocês. Então eu não fiz isso aqui sozinha, foi com a ajuda de vocês, principalmente o amor.”

Flávia Cristina Abreu de Almeida teve uma festa surpresa realizada pela equipe UTI Covid do HUUFMA. Foto; Divulgação / HUUFMA.

Para os profissionais de saúde que atuam no combate ao Coronavírus, que hoje é considerado um dos maiores desafios da saúde no Brasil e no mundo, a vitória de cada paciente ganha um sentimento de dever cumprido, força e ânimo para continuar lutando por mais vidas. Assim, a luta e o sofrimento que são potencializados pelo afastamento necessário de familiares e amigos, abrem espaço para a formação de novos laços, unidos pelo cuidado que enxerga o paciente muito além de suas necessidades clínicas.

A superintendente do HU-UFMA, Joyce Santos Lages, ressalta a importância desse tipo de ação para a melhora do quadro de cada paciente. “Ações espontâneas das equipes que visam o bem-estar do paciente têm uma grande importância para nós da gestão, pois mostra o quanto os profissionais estão envolvidos e empenhados na prestação de um serviço de qualidade. E a maior alegria em ver ações como esta é poder afirmar que os nossos pacientes com Covid se encontram em isolamento, mas jamais sozinhos.”

 

 

Acompanhe essas e outras notícias em Imaranhao.com. Siga, também o Imaranhao no TwitterInstagram e curta nossa página no Facebookse inscreva no nosso canal no Youtube. Entre em contato com nossa redação pelo WhatsApp ou ligue (98) 98400-0977.

 

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: