fbpx

Saúde Tutóia

Crise na Saúde de Tutóia: Falta de atendimento e medicamentos preocupa população

A situação da saúde em Tutóia é crítica, deixando os moradores em busca de socorro no hospital Lucas Verás  e postos de saúde, porém muitos são obrigados a retornar para casa devido à falta de atendimento emergencial.

O Hospital de Tutóia, Lucas Verás que é administrado pela gestão municipal enfrenta uma situação crítica, assim como os postos de saúde, resultando em uma série de dificuldades para os cidadãos. Muitos relatam a carência de remédios nos postos de saúde e a falta de atendimento de qualidade, com o Posto de Saúde do Bairro São José sendo um exemplo preocupante.

A situação problemática não se limita apenas aos postos de saúde; o Hospital Lucas Verás, localizado no centro da cidade, carece de uma ambulância adequada para situações de urgência e enfrenta problemas relacionados à qualidade e organização do atendimento.

A escassez de medicamentos para os pacientes agrava ainda mais a situação. Como resultado, os moradores recorreram ao Ministério Público para denunciar a falta de responsabilidade, que pode resultar em sérios danos para aqueles que buscam ajuda em situações graves, mas acabam retornando para casa sem o atendimento necessário.

Conforme informações obtidas com exclusividade, um homem que possui deficiência mental necessitou de assistência médica durante uma crise. No entanto, seus familiares foram informados de que não havia ambulância disponível para o seu transporte.

O parente da vítima registrou um Boletim de Ocorrência e iniciou um processo junto ao MP-MA para investigar a falta de assistência médica ao seu ente querido.

A pessoa em questão é portadora de deficiência mental, atualmente em crise e necessitando de atendimento médico ou internação. Em 09 de outubro de 2023, o parente procurou a Secretaria de Saúde de Tutóia, que o orientou a dirigir-se ao Hospital Lucas Veras. No entanto, ao chegar ao hospital, foi informado de que não havia ambulância disponível para o atendimento do seu irmão.

O hospital não forneceu informações sobre quando seria possível atender o paciente, que requer assistência médica urgente devido a sua agressividade, comportamento errático, interrupção da medicação, entre outros problemas de saúde.

A situação de seu parente é de conhecimento do município de Tutóia, uma vez que tramita na Comarca de Tutóia o processo nº 913.47.2016.8.10.0137, que trata do transporte e tratamento médico de Antônio José.

O requerente solicita a intervenção do Ministério Público para adotar as medidas necessárias e garantir o direito à saúde de seu irmão, proporcionando o atendimento médico adequado e urgente que ele necessita.

O hospital público de Tutóia deveria desempenhar um papel fundamental em melhorar a vida daqueles que dependem do sistema de saúde pública por não terem condições financeiras para recorrer a atendimento privado. No entanto, a população está sofrendo com a falta de responsabilidade por parte do sistema de saúde pública do município, causando traumas e afetando as famílias que dependem de assistência médica adequada.

 

Por Maylana Fernandes

 

Advertisements

Deixe uma resposta