Destaque do Santos na Copinha é maranhense e tem multa milionária

O começo foi difícil, como é na vida dos boleiros no futebol brasileiro. Mas a ascensão faz crer que, mais uma vez, o futebol maranhense produzirá um jogador de destaque no futebol profissional no cenário nacional e internacional.

A vida de Weslley Patati mudou repentinamente quando, após marcar dois gols e dar uma assistência contra o Rondoniense (RO), conduzir o Santos Futebol Clube para a próxima fase na Copa São Paulo. Ele assinou recentemente contrato com a equipe santista e tem multa avaliada em 100 milhões de euros. O Imirante Esporte já acompanha a carreira de Patati desde 2020.

Weslley é natural de Presidente Dutra (MA), cidade que testemunhou, além dos primeiros passos na vida – o início da trajetória do meia no futebol. Desde o apelido – dado pois sem chuteiras, Weslley usava calçado acima do tamanho do pé, recebendo um primeiro apelido de palhaço e, posteriormente de Patati – até a formação, Weslley ganhou a primeira oportunidade no interior de São Paulo.

No entanto, de acordo com o portal GE, Weslley viveu também um drama em sua vida. Quando foi convidado por um empresário para jogar no interior de Goiás, segundo ele, foi abandonado. Ao pensar em abandonar o esporte e se dedicar a outros projetos, Weslley respirou fundo e seguiu em frente no sonho.

Ao portal oficial do Santos, Weslley destacou esse momento na carreira e o seu jogo. “Fico muito feliz de ajudar a minha equipe com gols e assistência. Ainda tem muito jogo pela frente. Vamos trabalhar para o próximo jogo agora”, disse.

O próximo jogo do Santos na Copinha será no domingo (9) diante da Ferroviária (SP). Weslley poderá reencontrar maranhenses na próxima fase. Dependendo dos resultados, o Santos poderá enfrentar o Chapadinha do Maranhão na próxima fase da competição.

Weslley não jogou na primeira rodada da Copa São Paulo, pois estava com a Covid-19.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: