Disney rebate acusações de Scarlett Johansson e diz que atriz já recebeu US$ 20 milhões

A Walt Disney Company se pronunciou após ser divulgado que a atriz Scarlett Johansson está processando a empresa por não concordar com a forma como o filme “Viúva Negra” foi lançado – entrando em cartaz nos cinemas e sendo disponibilizado na mesma data no Disney+ pelo Premier Access.

Segundo divulgado pelo Deadline, um porta-voz da Disney afirmou que o processo é um “desrespeito cruel aos prolongados efeitos globais da pandemia de Covid-19”.

“A Disney cumpriu totalmente o contrato da Sra. Johansson e, além disso, o lançamento de ‘Viúva Negra’ no Disney + pelo Premier Access aumentou significativamente sua capacidade de ganhar uma compensação adicional em cima dos US $ 20 milhões que ela recebeu até o momento”, declarou.

O processo foi aberto na quinta-feira, 29, no Tribunal Superior de Los Angeles, nos Estados Unidos, e, nele, a atriz alegou que lançar “Viúva Negra” nos cinemas e no Disney+ simultaneamente viola seu contrato.

Na ação, foi dito que ao direcionar o público para a plataforma de streaming, a Disney quis aumentar a quantidade de assinantes e elevar o preço das ações da empresa. Scarlett afirmou que saiu perdendo, pois isso afastou parte do público dos cinemas e sua compensação seria “amplamente baseada nas receitas de bilheteria”.

Conforme consta no processo, o filme solo da heroína era para ser lançamento apenas nos cinemas e que a estratégia que foi usada para o lançamento do longa também beneficiou financeiramente os executivos da Disney. Em nota, o advogado da atriz, John Berlinski, disse que a empresa “está se escondendo atrás da Covid-19” para não cumprir o contrato.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: