Elizane e Dino criticam ataque de Bolsonaro à CPI da Covid

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PSB), e a senadora Elizane Gama (Cidadania) comentaram no Twitter a reação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ao receber uma carta do comando da CPI da Covid que provoca o mandatário a se manifestar sobre o depoimento do deputado Luis Miranda (DEM-DF) a respeito do caso Covaxin.

Segundo Dino, houve desrespeito na resposta.

“Quanto desrespeito à dignidade do cargo e às famílias brasileiras. Mas vai passar. Tenhamos força e fé”, escreveu o socialista.

Elizane falou em “falta de grandeza”.

“Ao usar palavra chula para atacar a CPI da Covid e esconder denúncias de corrupção sob o tapete, o presidente apenas mostra sua falta de grandeza. E a sua linguagem definitivamente não é compatível com a grandeza do povo brasileiro”, observou.

Bolsonaro usou palavras de baixo calão ao se manifestar sobre o caso.

“Sabe qual a minha resposta? Caguei. Caguei para a CPI, não vou responder nada!”, afirmou Bolsonaro em sua live semanal. A carta é assinada pelo presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM), pelo vice-presidente, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), e pelo relator Renan Calheiros (MDB-AL).

O presidente voltou a atacar senadores independentes e de oposição e se referiu aos três da cúpula da CPI como “imbecil”, “hipócrita” e “analfabeto”. “Não vou responder nada para estes caras, não vou responder nada para este tipo de gente”, disse Bolsonaro.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: