Em campanha contra a homofobia, Imperatriz terá zagueiro jogando com a camisa 24

Em fase final de preparação para o duelo contra o Fortaleza, pela Copa do Nordeste, o Imperatriz anunciou neste domingo (16), em seus perfis nas redes sociais, que vai aderir à campanha de combate a homofobia no futebol. Diante do Tricolor do Pici, o zagueiro Renan Dutra, um dos destaques do Cavalo de Aço, vai jogar com a camisa 24.

“Nossa instituição veste as cores do orgulho para lembrar que futebol não combina com violência e preconceito. Com o Cavalo de Aço, é cartão vermelho para a homofobia!”, diz a publicação do Imperatriz nas redes sociais.

O movimento para combater a homofobia relacionada ao número 24 começou após o diretor de futebol do Corinthians, Duílio Monteiro Alves, impedir que o volante colombiano Victor Cantillo utilizasse o número em sua apresentação. A camisa 24 é considerada um tabu no futebol, desprezada por clubes e jogadores, por estar associada a homossexualidade: a influência vem do Jogo do Bicho, no qual o número do animal veado é o 24.

A partida entre Imperatriz e Fortaleza será disputada na noite desta segunda-feira (17), às 20h, no Estádio Frei Epifânio.

Com Informações do Imirante

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: