fbpx

Em sessão, Junior Lobato faz questionamentos sobre seletivo, limpeza pública e pede transparência em Paulino Neves

Na sessão ordinária da última sexta-feira (26), o vereador Júnior Lobato levantou alguns questionamentos em relação ao seletivo do executivo para contratação de funcionais da educação em Paulino Neves. Em sua palavra o vereador disse que uma gestão que tanto presa por transparência, tem demonstrado ser contraditória.

“Eu acredito que não está tendo lisura e vou citar os tópicos primeiro falando sobre o primeiro considerando do edital, que, ele disse que há necessidade de prestação de serviço à coletividade através do serviço da administração pública visando contratar professores temporariamente para exercerem suas atividades na Secretaria de Educação que se encontram em licenças. Algumas dessas; licenças saúde, licença para com acompanhamento dos pais, licença para exercer um cargo em comissão”. Afirmou Lobato.

Júnior Lobato ainda falou sobre o fato da gestão negar dados importantes à população de Paulino Neves

“Hoje no município temos professores da educação básica 118 vagas para substituírem 160 professores efetivos. Como pode se criar para Matemática 26 vagas para substituírem 12 professores efetivos
. Na Educação Física são 12 vagas criadas para substituição, uma vez que só temos três professores efetivos no município. Ai eu pergunto! Como eu vou substituir três por 12? Um absurdo”. Enfatizou ele.

No edital são 254 vagas distribuídas sob Educação Básica como; matemática, Educação Física, Geografia, História, Língua Portuguesa, Ensino Religioso, Artes, Ciências, Psicopedagogia e Libras. Sendo que os concursados que se pretende substituir por estarem exercendo alguma função é somente 239.

O parlamentar disse que os dados questionados no edital para substituição de professores por alguma necessidade deveria pelo menos seguirem quantidade de vagas já existente e o que se percebe é que é superior a isso. Outro dado que o vereador questionou foi o fato da portaria de nomeação da comissão, que causa estranheza, é, que ela foi editada no dia 18 de fevereiro de 2021 e foi publicada no dia primeiro de janeiro de 2021.

O vereador também indagou e levou a público o fato das marcações de consultas do sistema de saúde do município.

“Ontem foi nos passado, a questão das marcações de consultas via WhatsApp. Eu questionei o vereador e a todos, e de acordo com algumas indagações que eu fiz, teve um melhoramento e agora sim, eu acredito que vai dar certo, porque quando se tem um planejamento e se passar informações detalhadas para o usuário ele consegue receber e passa a ter o serviço bem prestado. Então acredito que vai ser de suma importância essa nova atitude do Secretário de Saúde. “, falou o parlamentar

 

O vereador disse que os questionamentos que vão surgindo através das informações e as demandas da população, o leva a indagar para que possa levar ao cidadão informações concretas sobre a realidade do município.

“A gente busca não é o erro do gestor buscamos é que o gestor faça as coisas de forma correta para que a população tenha o que é de direito”. Disse.

Em um outro momento Júnior Lobato disse que a população, o tem indagado sobre a coleta de lixo, que, alguns bairros já passam mais de 10 dias sem coleta.

“Essa semana eu tive um questionamento de um morador lá do Bairro Marrocos, ele me informou que está com 10 dias que não tem coleta de lixo, me perguntou se existe um plano se existe alguma informação. Quero fazer um pedido a vossa excelência, presidente que faça um requerimento solicitando informações sobre o plano de coleta, quantidade de veículos utilizados, quantidade de garis na coleta e outras informações que você acha que é necessária para o esclarecimento e alguns fatos”. Lobato.

“A limpeza pública é uma coisa que tem que se iniciar no dia primeiro de janeiro, até hoje não vimos nenhuma publicação a respeito da limpeza pública, nem se foi feito uma licitação emergencial, uma contratação direta, aquisição de uma ata ou algo parecido, nada”.

O parlamentar indagou os altos preços nas aquisições de materiais de informática e combustíveis, designados apenas à algumas secretarias e outras não.

“O processo 02/2021 que chega a marca de 3 milhões para aquisição de combustível, que nos admira é que sua destinação, segundo o Portal da Transparência, é apenas as secretarias de Finanças, Assistência Social, Educação e Saúde. Que parece que as outras secretarias não vão funcionar ou então não vamos ter carros à disposição que consumam combustível”! Relutou Júnior.

O parlamentar teve acesso ao processo para aquisição de material de informática no valor de R$ 1.578.693,93 (Um milhão quinhentos e setenta e oito e seiscentos e noventa e três reais e oitenta dois centavos), somente para comprar materiais de informática.

Somente em reabastecimento de tintas em impressoras, um montante de praticamente R$ 87.00,00 (oitenta e sete mil reais), além de um kit de atualização de software em 63 mil reais.

Outro processo publicado que foi o processo 04/2021 para aquisição de quentinhas coffee breaks no valor de R$ 321.455,00 (Trezentos e vinte e um mil e quatrocentos e cinquenta e cinco reais).

“Eu acredito que muitos desses processos são necessários, porém a limpeza pública também é necessária eu acredito que ela já deveria ter sido pelo menos programada para que a gente tenha lisura nos processos e nas prestações de serviço do nosso município”. Cobrou Lobato.

“A gente tem que fazer cumprir leis e às vezes nós somos e pagamos por isso, somos criticados, mas a gente tem que fazer cumprir a lei”.

Júnior destacou o sua atuação quando participou do governo do ex-prefeito Antônio da Mata e ajudou a criar o código de postura do município, que o fez sofrer com perseguições.

Eu participei do planejamento do município em 2006, buscamos muitas soluções, ajudei muito o município nesse ano em que o prefeito era o senhor, Antônio da Mata, trabalhamos juntos para a construção do Código de Postura do Município, sofremos perseguições. Nessa época foi feito com postura e nesse tem a proibição de criar animais na zona urbana e agora estou aqui para fazer cumprir as leis e buscar uma solução para esses transtornos”. Finalizou Júnior.

Júnior Lobato tem se destacado em suas falas e cobranças junto ao executivo e sempre bem pautado na legislação tem sido um arauto na busca das melhorias para o povo de Paulino Neves.

 

 

Acompanhe essas e outras notícias em Imaranhao.com

 Siga, também o Imaranhao no Twitter, Instagram

Curta nossa página no Facebook

Inscreva-se no nosso canal no Youtube

 

1 thought on “Em sessão, Junior Lobato faz questionamentos sobre seletivo, limpeza pública e pede transparência em Paulino Neves

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: