Empresário é preso com 22 toneladas de café avaliadas em R$ 400 mil

Um comerciante identificado como Antônio Luís Silva Chaves, de 55 anos, foi preso em flagrante nesta quinta-feira (27) em Codó suspeito de armazenar 4.052 caixas de café em um armazém localizado na Avenida Santos Dumont, no bairro São Sebastião. A carga, que totaliza 22 toneladas, foi avaliada em cerca de R$ 400 mil e, segundo a Polícia Civil, teria sido roubada há cerca de um mês entre os estados de Minas Gerais e São Paulo.

De acordo com a seguradora contratada pela transportadora vítima do roubo, se trata da maior apreensão de produtos roubados já realizada na história da empresa. Segundo o delegado regional Zilmar Santana, todo o material foi colocado em dois caminhões e encaminhado à regional.

“A quantidade exata, são 2.366 caixas de café a vácuo, 1.686 caixas de café em pó, totalizando 4.052 caixas, que somam cerca de 20.200 quilos”, revelou o delegado Gilvan Lucas.

À Polícia, a seguradora disse que a carga vinha sendo monitorada via sistema de informação e o material estaria em um estabelecimento da cidade maranhense, que fica a 290 quilômetros de São Luís. Inicialmente, o homem teria informado à polícia que comprou 10 caixas de café. Antônio Luís, proprietário do Armazém Chaves, irá responder por receptação qualificada, quando o indivíduo comete o crime na atividade comercial, comprando mercadoria roubada para vender.

“As investigações estão em continuidade, a gente vai verificar – por que tem muita mercadoria lá – a questão da documentação, de nota fiscal”, disse o delegado Gilvan Lucas, responsável pelas investigações.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: