Ex-presidente José Sarney sai em defesa do Congresso Nacional

Plenário da Câmara dos Deputados durante sessão solene do Congresso Nacional destinada a comemorar os 31 anos de promulgação da Constituição Federal. rrEm destaque, ex-presidente da República (1985-1990), José Sarney.rrFoto: Pedro França/Agência Senado

O ex-presidente da República, José Sarney, saiu em defesa do Congresso Nacional em entrevista ao site Brasil 247. As declarações foram dadas após a convocação de manifestações em tom de crítica ao Legislativo e Judiciário por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro.

“Passei 52 anos no Parlamento, mais da metade da minha vida. E afirmo com a certeza da experiência que sem Parlamento forte não há democracia forte. Sem Congresso, não há democracia”, afirmou.

De acordo com a colunista Tereza Cruvinel, o ex-presidente evitou críticas diretas a Jair Bolsonaro e se limitou à defesa dos parlamentares.

“Conduzi a transição democrática e entreguei o país com instituições fortes, que precisam ser preservadas”.

Ainda segundo a colunista, José Sarney afirmou que não foi procurado para tratar de um manifesto a ser assinado por todos os ex-presidentes vivos em repúdio às manifestações marcadas para o próximo dia 15 de março.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: