Fábio anuncia saída do Cruzeiro e critica nova gestão: “Quer encerrar minha carreira imediatamente”

Ídolo ⁰do Cruzeiro, o goleiro Fábio comunicou nesta quarta-feira que está de saída do clube. Em suas redes sociais, o atleta afirmou estar triste com a nova direção cruzeirense e disse que a SAF (Sociedade Anônima do Futebol) não deu a ele a chance de permanecer no time.

 

Em seu Instagram, o jogador publicou uma carta à torcida e utilizou a legenda “Gratidão e dor”. Fábio revelou que havia encaminhado sua renovação até dezembro de 2022 com o presidente Sérgio Rodrigues, mas, após a mudança de gestão para uma Sociedade Anônima do Futebol, o acordo foi desfeito. Segundo o atleta, a direção chegou a oferecer uma extensão de três meses, mas isso não o agradou, pois seu desejo era disputar a Série B.

 

Fábio afirma que a decisão o pegou de surpresa. “Ainda em minhas férias, no dia 28 de dezembro, recebi o comunicado da diretoria pedindo uma reunião assim que eu voltasse. Compareci no dia 4 de janeiro no horário marcado para ouvir a diretoria: de todo meu coração, segui para o Clube feliz e tranquilo, aberto a escutar e ajudar no que fosse preciso, mas, para minha surpresa, a atual diretoria foi clara que não deseja contar comigo desportivamente para 2022”, contou o goleiro.

 

O atleta revelou, ainda, mágoas com a atual diretoria após o ocorrido. “Na reunião, estava presente o diretor executivo Pedro Martins e Gabriel Lima, representando a atual gestão. Paulo André, que estava na sala ao lado, não teve sequer a consideração de me cumprimentar, sendo ele um ex-companheiro de clube. Em nenhum momento da conversa me deram a opção de continuar. Não fico triste pela minha história e amor ao clube, pois sei que meu amor e respeito ao Cruzeiro Esporte Clube nunca se apagarão, mas fiquei triste porque me sinto pronto para trabalhar e ajudar ainda mais o Cruzeiro. Lutei, insisti e tentei, infelizmente em vão”, escreveu.

 

Para o goleiro, a SAF quer acelerar sua aposentadoria. “A SAF Cruzeiro quer encerrar minha carreira imediatamente, mesmo estando em plenas condições físicas e técnicas para continuar jogando em alto nível e ajudando o Cruzeiro”, afirmou.

 

Em suas redes sociais, o clube anunciou a saída do goleiro e o agradeceu por sua longa passagem. Na publicação, Fábio é chamado de ídolo e teve suas conquistas exaltadas.

 

Após passagem em 2000, Fábio voltou ao Cruzeiro em 2005 e está na equipe desde então. Ao todo, entrou em campo 976 vezes, sendo o jogador com mais partidas disputadas com a camisa da Raposa. Pelo clube, ganhou duas vezes o Campeonato Brasileiro (2013 e 2014), três vezes a Copa do Brasil (2000, 2017 e 2018) e sete vezes o Campeonato Mineiro (2006, 2008, 2009, 2011, 2014, 2018 e 2019)

 

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: