Covardia: Assassino confesso da companheira continua foragido em Estreito

Covardia: Assassino confesso da companheira continua foragido em Estreito

Após matar brutalmente sua companheira Dayara Maia Ferreira Lima, de 26 anos, em uma fazenda, próximo ao Assentamento Aparecida na Zona Rural do Município de Estreito, Wilson Marinho de Sousa, autor do feminicídio foi até a casa da mãe da vítima levar seu filho de sete anos de idade, que presenciou a terrível cena, e confessou o crime.

De acordo com informações de familiares da vítima, Dayara foi espancada com um pedaço de madeira e depois baleada com dois tiros na cabeça, vindo a óbito na frente do filho. O crime aconteceu nesse domingo (15). O boletim de ocorrência foi registrado ainda ontem.

Até o momento não foram informados a razão que levaria a ação deste crime bárbaro.

Após confessar o assassinato, o suspeito fugiu. Foram feitas buscas pela Policia Militar na Região, mas até o momento não foi localizado.

Na residência do acusado, foram apreendidas três armas de fogo tipo espingardas, sendo entregues na Delegacia de Polícia Civil de Estreito.

 

 

 

Cidade