Flavio Dino critica militares no governo federal e ministro militar da Saúde cancela agenda no MA

O governador Flávio Dino (PCdoB) teve frustrada, nesta terça-feira (14), sua tentativa de manter uma agenda com o ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello.

O auxiliar do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) viria ao Maranhão para uma reunião com secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula – que é também presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) -, e Dino aproveitaria para reunir-se com ele.

A visita, contudo, foi cancelada pelo titular do Ministério da Saúde.

Uma coisa pode não ter nada que ver com a outra, mas o recuo de Pazuello ocorreu horas depois de Flávio Dino criticar, em entrevista à CNN, a presença de militares no governo federal.

“O ministro Gilmar apontou um problema grave que temos, que é a alta ocupação de cargos do serviço público civil por militares. Isso é constitucionalmente perigoso. Do ponto de vista jurídico não há razão para essas reações corporativistas. Os militares não aceitam críticas e se acham intocáveis. No momento que eles exercem funções políticas, serão criticados”, declarou o comunista.

 

 

Acompanhe essas e outras notícias em Imaranhao.com. Siga, também o Imaranhao no TwitterInstagram e curta nossa página no Facebookse inscreva no nosso canal no Youtube. Entre em contato com nossa redação pelo WhatsApp ou ligue (98) 98400-0977

 

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: