Fuzis que seriam usados em ataques a bancos no MA são apreendidos no PI

Uma operação conjunta da Polícia Civil do Piauí e do Maranhão, através do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco), apreendeu cinco fuzis e várias munições, nesse domingo (24), nas cidades de Valença do Piauí e Monsenhor Gil. Segundo a polícia, as armas seriam de uma quadrilha especializada em roubo a bancos.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Piauí, foram apreendidos cinco fuzis, uma espingarda, munição para as armas, além de um carro, que foi usado no ataque a três bancos da cidade de Tutóia, no Maranhão, em outubro deste ano. As armas estavam enterradas no quintal do imóvel.

Relembre o caso:

Bandidos causam terror em assalto a bancos em Tutóia

 

O sítio onde estavam escondidos fuzis servia como ponto de apoio para uma quadrilha especializada em assaltos a bancos no Nordeste.

Segundo a Polícia Civil do Piauí, a quadrilha pretendia usar o armamento apreendido para fazer ataques contra outras instituições financeiras, na cidade de Teresina-PI e em Bacabal, no Maranhão.

Nenhum dos integrantes da quadrilha foi preso, mas a polícia já tem a identificação dos mesmos e trabalha para capturá-los.

Além da Polícia Civil do Piauí, a operação integra as polícias do Maranhão e Rio Grande do Norte.

A ação desse domingo contou com o apoio de policiais do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), Nucelo de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública do Piauí, Divisão Especializada de Combate ao Crime Organizado do Rio Grande do Norte, Centro Tático Aéreo (CTA) e Polícia Civil do Maranhão, através da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC) e da Delegacia Regional de Timon (MA).

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: