fbpx

Esporte Futebol

Gêmeas maranhenses entram campo nesta quarta-feira, 28

Com o passar dos dias os maranhenses começam suas participações nos Jogos Olímpicos. Depois de ver a Ana Paula vencer a primeira com o Brasil no handebol feminino, e, claro, a medalha histórica da Rayssa Leal no skate street, agora é hora de torcer pelas gêmeas do Rugby. As ponteiras Thalia e Thalita da Silva Costa entram em campo, junto com as Yaras (como é conhecida a seleção feminina de rugby do Brasil), nesta quarta-feira, às 21h30, para enfrentar o Canadá, na 1ª rodada da fase de grupos da modalidade.

As gêmeas fazem parte de uma das principais equipes do país, o Delta, do Piauí. Antes de chegar a Tóquio, em entrevista a Agência Brasil, elas falaram sobre o momento histórico que vivem na carreira. “Claro que iremos em busca do melhor resultado possível. Mas, independentemente da nossa colocação, estar na seleção ao lado da minha irmã e embarcar nesse sonho de representar o nosso país no Oriente só aumenta ainda mais a minha felicidade. Acredito que nosso sonho não poderia ser realizado de uma forma mais perfeita”, disse Thalia, que integra a equipe das Yaras desde julho de 2018.

As duas começaram no atletismo e Thalia falou sobre essa mudança. “Estava parada há muito tempo com as atividades físicas. Demorei mesmo para seguir firme nos treinos no rugby. Isso só ocorreu pela insistência dos técnicos. Mas, depois, acabei me apaixonando”, comentou.

De São Luís, Thalia e Thalita começaram no esporte por meio do atletismo e somente depois passaram para o rugby sevens. Se destacaram pela Associação Maranhense de Rugby (Amaru) e foram para o Delta Rugby, do Piauí. Foram mais uma vez destaque e fazem parte da seleção desde 2018. Sendo que apenas em 2019 as duas foram chamadas juntas para o selecionado nacional.

A disputa do rugby feminino nos Jogos de Tóquio ocorrerá entre 29 e 31 deste mês. A seleção feminina está no Grupo B, ao lado de Canadá (bronze na Rio 2016), França e Fiji. Os dois primeiros de cada um dos três grupos e os dois melhores terceiros colocados avançam às quartas de final. Atual campeã olímpica, a Austrália encabeça o Grupo C, junto de Estados Unidos, China e Japão. Já a Nova Zelândia, campeã do mundo em 2018, está no Grupo A, com Reino Unido, Quênia e Comitê Olímpico Russo.

Advertisements

Deixe uma resposta