Governadores concordam em doar 5% das vacinas que receberem para o Amazonas

O Fórum dos Governadores concordou em destinar 5% das doses da vacina que os Estados irão receber para o Amazonas, principalmente a cidade de Manaus. O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), apresentou a proposta nessa quinta-feira (21).

Segundo Wellington Dias , além de “uma questão humanitária”, a ação é “estratégica” para evitar a transmissão para outras localidades do país.

Assim, dos 4,8 milhões de doses da CoronaVac e dos 2 milhões da Vacina de Oxford/AstraZeneca, cerca de 340 mil poderão ser destinadas para o Estado do Amazonas. Os cerca de 6,4 milhões restantes serão distribuídos proporcionalmente a todas as unidades federativas, incluindo o Amazonas.

Em nota, a Secretaria de Estado da Comunicação Social e Assuntos Políticos (Secap) que o objetivo da decisão unânime Fórum Nacional de Governadores é conter a expansão da nova cepa do coronavírus, assim como também reduzir a necessidade de transferência de pacientes do Amazonas para outros Estados, inclusive o Estado do Maranhão.

Veja a nota na íntegra

A Secretaria de Estado da Comunicação Social e Assuntos Políticos (Secap) informa que houve uma deliberação unânime do Fórum Nacional de Governadores para que, dos lotes nacionais, um percentual de 5% seja destinado ao Amazonas. O objetivo é conter a expansão da nova cepa do coronavírus, assim como também reduzir a necessidade de transferência de pacientes do Amazonas para outros Estados, inclusive o Maranhão. A proposta do Fórum Nacional de Governadores será apreciada pelo Ministério da Saúde, a quem cabe deliberar.

AstraZeneca

As vacinas devem chegar ao Brasil nesta sexta-feira (22), no fim da tarde. A carga vinda da Índia será transportada em voo comercial da companhia Emirates ao aeroporto de Guarulhos e, após os trâmites alfandegários, seguirá em aeronave da Azul para o Aeroporto internacional Tom Jobim, no Rio de janeiro.

De acordo com a Fiocruz, assim que chegarem à instituição, as vacinas passarão por checagem de qualidade e segurança, além de rotulagem, com etiquetagem das caixas com informações em português. A previsão é que esse processo seja realizado até manhã de sábado (23) por equipes treinadas em boas práticas de produção. As vacinas devem ser liberadas para distribuição no período da tarde.

“Ao longo de todo o trajeto até Bio-Manguinhos/Fiocruz, as vacinas estarão armazenadas em seis caixas do tipo pallets, que serão acondicionadas em envirotainers, pequenos containers utilizados para transportes de carga que necessita de controle de temperatura. Nesses envirotainers, as vacinas serão mantidas na temperatura entre 2 a 8ºC”, informou a Fiocruz.

 

 

Acompanhe essas e outras notícias em Imaranhao.com

 Siga, também o Imaranhao no Twitter, Instagram

Curta nossa página no Facebook

Inscreva-se no nosso canal no Youtube

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: