fbpx

Investigação

Governo aciona AGU para apurar fake news que envolvem Marajó

O Ministério dos Direitos Humanos, de Silvio Almeidavai acionar hoje a AGU para pedir providências sobre a possível atuação de grupos disseminando notícias falsas sobre a ilha de Marajó.

Chamou a atenção de membros do governo que essas fake news foram disseminadas quase que simultaneamente, com conteúdo e formatos similares ontem, dia em que Jair Bolsonaro e aliados prestaram depoimento à Polícia Federal.

Um requerimento de convocação do ministro dos Direitos Humanos, Silvio Almeida, foi protocolado pelo deputado federal Messias Donato (Republicanos) ontem. O parlamentar quer que ele preste esclarecimentos a respeito das denúncias de abuso e exploração sexual na Ilha do Marajó.

O assunto voltou ao foco do debate público na última quinta-feira (22) após a cantora gospel Aymeê denunciar em uma música os casos de horror que ocorrem naquela região.

Em vez de “Abrace o Marajó”, de Damares, o governo Lula criou o “Cidadania Marajó”, que, de acordo com o Ministério dos Direitos Humanos, é mais amplo.

Advertisements

Deixe uma resposta