fbpx

Giro

História de genro que ficou com sogro vai virar filme adulto

A revelação de uma traição envolvendo sogro e gênero em Araraquara (SP) está prestes a se transformar em uma produção ousada no canal “Irmãos Dotados”.

O episódio ganhou notoriedade na semana passada, quando vídeos de uma briga no bairro Valle Verde viralizaram nas redes sociais, expondo a tumultuada relação entre Júnior Virgílio, o genro de 23 anos, e Edielson Oliveira, o sogro.

A produtora anunciou através de uma postagem no X (antigo Twitter): “Vem aí ‘O Sogro e o Genro’. Esse filme é um proibidão do jeito que a gente gosta”. A estreia está marcada para sexta-feira (1).

 

Após a divulgação do caso, a cidade viu uma série de eventos tumultuados, incluindo vazamento de vídeos íntimos, incêndio de um carro, brigas e agressões. Júnior alegou receber ameaças e afirmou ter aceitado o relacionamento para coleta de provas incriminatórias.

A história veio à tona quando a esposa de Virgílio, ao vasculhar o celular do pai, descobriu o envolvimento dele com seu próprio gênero. Revoltada, ela compartilhou nas redes sociais as mensagens trocadas entre os dois em 15 de novembro, além de gravações na galeria do aparelho, mostrando momentos juntos em um motel. A situação evoluiu para um caso policial.

Prints compartilhados pela mulher traída revelam declarações de amor entre sogro e gênero. “Você sabe que eu gosto de você”. No entanto, uma conversa sugere que o rapaz mantinha relações sexuais com o pai da sua companheira em troca de dinheiro. “Não vai me dar o dinheiro mesmo? Não vai ter outra vez”, menciona uma das mensagens.

Após a exposição, a confusão se instalou nas ruas da vizinhança da família. Vídeos mostram o pai, exposto pela filha, visivelmente alterado, gritando em direção ao homem que seria seu gênero, e alega-se que ele teria incendiado o carro do jovem com quem teve o caso. (Dol)

Advertisements

Deixe uma resposta