fbpx

Polícia

Homem com deficiência é agredido após ser confundido com ladrão em Buriticupu

A Polícia Civil do Maranhão deve investigar uma agressão contra um homem de 30 anos, identificado como Francisco das Chagas, que tem deficiência intelectual e foi confundido com um ladrão de celular em Buriticupu, município a 395km de São Luís.

De acordo com a família de Francisco das Chagas, ele estava com um celular na mão e, ao ser questionado sobre a origem do aparelho, não soube responder, pois não consegue se comunicar por causa da deficiência. Diante disso, um homem começa a agredir Francisco, acreditando que ele havia roubado o celular.

O ataque a Francisco das Chagas foi registrado em vídeo. Nas imagens, várias pessoas se juntam em volta da vítima e do agressor, mas ninguém faz nada para ajudar Francisco. O agressor ainda tentou amarrar a vítima em uma estaca de madeira, mas não conseguiu.

A família de Francisco das Chagas disse que as agressões só terminaram quando a mãe dele chegou ao local e provou que o celular pertencia a ele. O aparelho, inclusive, foi comprado com o dinheiro da aposentadoria dele. “Quando eu cheguei lá, eles estavam batendo no meu menino e estava com o telefone do meu menino na mão, dizendo que era roubado, mostrando pro povo”, relatou a mãe de Francisco, que preferiu não se identificar, em entrevista à TV Mirante.

Francisco das Chagas foi socorrido e levado a um hospital de Buriticupu com uma lesão na clavícula. Após ser medicado, ele recebeu alta. A família da vítima registrou um Boletim de Ocorrência e espera que o caso seja investigado pela Polícia Civil.(imirante)

 

 

 

 

 

Advertisements

Deixe uma resposta