Hospital Geral de Peritoró suspende atividades por tempo indeterminado

O Hospital Regional de Peritoró irá paralisar parcialmente suas atividades. As cirurgias eletivas e as consultas médicas ambulatoriais da Clínica Médica e da Pediatria estarão suspensas, a partir desta quinta-feira (12), por tempo indeterminado.

O fluxo de atendimento ficará restrito aos casos de urgência e emergência. Em nota, a Direção do hospital não deu maiores detalhes sobre o que motivou tal medida, delimitando-se apenas a “motivos de força maior”.

Confira a nota na íntegra:

Senhores supervisores, médicos e profissionais em geral, por motivos de FORÇA MAIOR, comunicamos que a partir de amanhã 12/09, por tempo indeterminado, serão suspensas as cirurgias eletivas, as consultas médicas ambulatoriais da Clínica Médica e da Pediatria.
Esperamos brevemente o retorno do fluxo de atendimento dentro da normalidade.
Sem mais,

Att,

À Direção
____________

Segundo informações, além de atividades suspensas, se soube de demissões de servidores no hospital. Esse quadro confirma a informação que o sistema de saúde do governo do Estado está em colapso por falta de recursos.

O Sindsaúde denunciou que a Secretaria de Estado da Saúde (SES) realiza demissões em massa nas UPAs de São Luís e nos hospitais regionais de Peritoró, Coroatá, Caxias, Alto Alegre do Maranhão, Timbiras, Moção, Itapecuru-Mirim e Timon. Em nota, a SES negou as demissões em massa.

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: