fbpx

Polícia

Influenciadores maranhenses são presos em hotel de luxo no Ceará

Quatro influenciadores digitais do Maranhão foram presos durante operação realizada pela Polícia Civil do Maranhão, em parceria com as forças de segurança do Ceará, nesta sexta-feira (15), em um hotel de luxo de Fortaleza, (CE). O quinto influenciador foi preso na capital maranhense. Os nomes não foram divulgados.

As prisões fazem parte da 2ª fase da operação “Quebrando a Banca”, que investiga pessoas ligadas a jogos de azar.

Segundo o delegado Thiago Dantas, chefe do DCCO,foram cumpridos cinco mandados de prisão, 10 mandados de busca e apreensão e um mandado para implementação de cautelar diversa de prisão consistente na instalação de tornozeleira eletrônica.

Os influenciadores maranhenses foram encontrados na capital cearense para lançar uma nova plataforma, semelhante à do “Jogo do Tigre”, jogos já considerados ilegais no Maranhão desde outubro.

Ainda segundo com o delegado Thiago Dantas, além dos jogos ilegais, as pessoas presas nesta fase da operação são investigadas por crimes de homicídio, tráfico de drogas, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Influenciadores digitais começaram a deixar o Maranhão para continuar lucrando com a divulgação de jogos de azar ilegais no Brasil, como o Fortune Tiger, segundo a Polícia Civil.

O êxodo de influenciadores para outros estados começou após a sanção da Lei estadual n.º 12.099, que ‘proíbe a divulgação, por influenciadores digitais, de qualquer jogo comercializado por pessoas físicas e jurídicas de jogos de azar ou cassinos on-line disponibilizados por Plataformas Estrangeiras’.

Antes, divulgar o Fortune Tiger já era considerado um ato ilegal por ir contra a Lei de Contravenções Penais que considera crime os jogos de azar em que o ganho ou a perda dependem da sorte.

Agora, com a Lei estadual n.º 12.099, os influencers também passaram a estar sujeitos a uma sanção administrativa, com aplicação de multa de até R$ 1 milhão.(difusora)

 

 

 

 

 

Advertisements

Deixe uma resposta