fbpx

Barreirinhas Opinião

Jornalista Marcelo Minard abre o verbo sobre incêndio em Atins, “Cresce desordenadamente”

O jornalista maranhense Marcelo Minard, bastante conhecido no cenário político no estado fez uma breve análise do incêndio que aconteceu no povoado Atins em Barreirinhas, registrado na noite desta segunda-feira (2), área do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses.

De acordo com informações, três bares e restaurantes foram destruídos pelo fogo.

O jornalista aborda o tema que o local cresce desordenadamente, e nao tem estrutura para receber visitantes, pois no local há uma rede de saneamento básico e tão pouco posto de saúde com profissionais que funcionam. E fala que o atual prefeito não está se importando com o local, uma vez que é um dos mais visitados do país e recebe pessoas de todo o mundo.

O jornalista também abordou a responsabilidade da iniciativa privada e destacou que muitos, em sua maioria dos empresários da localidade, nem brasileiros são, mas sim, europeus, asiáticos, entre outros.

Minard disse ainda que o estado também tem a sua participação pois não oferece nenhum tipo de ação que venha beneficiar os moradores e a comunidade, levando o mínimo de dignidade aquela região, no sentido de levar estrutura de pavimentação, saúde e educação.

Ao falar sobre educação, o jornalista disse que há denúncias que no povoado há indícios de mão de obras não valorizadas, pois os salários são muito baixos.

É importante ressaltar que o incêndio foi causado por um curto-circuito em um fio de instalação de energia, estando degradado. Por ser uma região praieira o nível de salito é muito grande.

Muita das vezes moradores e proprietários desses bares não isolam adequadamente ou não fazem a troca do bocal de lâmpadas com frequência, muito deles por falta de informação. Pois o salito consome rapidamente qualquer tipo de material.

A Equatorial poderia fazer um trabalho de conscientização aos moradores e empresários.

Tentamos falar com o atual secretario de Turismo de Barreirinhas sobre as declarações do jornalista, porém ate o momento não obtivemos êxito.

 

Advertisements

Deixe uma resposta