Julgamento de Júnior do Nenzin deve ocorrer fora de Barra do Corda

Com parecer favorável da procuradora Maria do Remédio Figueiredo Serra, o julgamento do empresário Manoel Mariano de Sousa Filho, conhecido como “Junior de Nezim” , deve ocorrer fora da cidade de Barra do Corda, (MA). Ele está preso no Complexo Penitenciário São Luís, acusado de ter assassinado o próprio pai o ex-prefeito de Barra do Corda, Manoel Mariano de Sousa, conhecido como “Nezim”.

A solicitação para que o julgamento ocorra em outra cidade foi feita pelo promotor de justiça Edílson Santana de Sousa. Ele alega que o acusado possui um alto grau de influência naquele município e isso poderia interferir no resultado do julgamento. Para justificar o seu pedido o promotor afirma que nas eleições de 2016 ” Junior de Nezim” , obteve cerca de 21 mil votos o que reforça a influência que ele tem na cidade.

O caso

O ex-prefeito “Nezim” foi assassinado na cidade de Barra do Corda em dezembro de 2017. No momento do crime ele estava em um veiculo em companhia de “Junior de “Nezim”. De acordo com a polícia o crime teria ocorrido em função da vítima ter descoberto que o filho estava furtando gado de uma de suas fazendas.

Quando foi morto “Nezim ” estava indo para uma outra fazenda de sua propriedade onde o filho estava praticando o mesmo tipo de crime. O pedido para que “Junior de Nezim” seja julgado em uma outra cidade vai ser analisado pelos desembargadores Tayrone Silva, João de Deus e Fróz Sobrinho na corte do Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: