fbpx

Juliano Cazarré rebate seguidor após ser chamado de machista: ‘Palhaço’

Juliano Cazarré diverte o público com seu personagem Alcides, de Pantanal, mas na vida real, o ator e sua família vem passando momentos tensos. A filha mais nova dele e da esposa Letícia, Maria Guilhermina, nasceu com um problema congênito no coração e precisou passar por uma cirurgia de emergência após o nascimento.

O ator se apegou à fé e começou a fazer uma “Oração dos 30 dias a São José”, onde conversa com os fãs. Nesta quarta-feira (20), ele fez a mesma coisa, mas, em certo momento, ao ser chamado de “machista”, Juliano Cazarré esbravejou contra um seguidor.

O ator falou que o colo da mãe, para um filho, significa “aconchego e carinho”, enquanto o colo do pai é “proteção e segurança”, algo que o seguidor entendeu como “machismo”.

 

“Eu falei que quem tem mãe, não tem proteção? Eu falei mal das mulheres em algum momento? É sempre essa frescura, por isso que está cheio de homem de geleia assim. Falar bem dos pais não é falar mal das mães, burro”, começou.

“Eu quero ver você achar um cara que trata a mulher tão bem quanto eu trato. Eu sou o cara que está com as crianças, eu estou com quatro aqui e você vem na minha live falar que eu sou machista? Seu moleque. Você fala aí: ‘Seja livre, gata’, mas pega uma hoje, pega outra amanhã, larga as mulheres para trás, faz fila e foge, eu sou o cara que está em casa, palhaço”, esbravejou o ator.

“Isso aqui é o ‘antimachismo’, isso aqui é ser homem, que é o que não tem mais. E toda a sociedade que fica sem homem afunda, porque toda sociedade precisa do equilíbrio entre o masculino e o feminino. Esse tipo de gente fresca é o que faz mal para a mulher, que abusa, que maltrata, que não defende”, finalizou o intérprete de Alcides, em Pantanal.

O Fuxico 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: