Justiça condena policial envolvido em assassinato de serralheiro em 16 anos de prisão

Foi condenado a 16 anos e 6 meses de reclusão, o policial militar Dauvane Sousa Silva. O outro policial envolvido, Helenilson Pereira Borges foi absolvido pelos jurados. Dauvane  Sousa vai cumprir a pena em regime fechado, em estabelecimento prisional da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária, adequado ao condenado que é policial militar.

O julgamento teve inicio na manhã desta segunda-feira (10), terminando apenas por volta das 2h desta terça (11).

Eles foram a julgamento pelo crime de homicídio qualificado do serralheiro Flávio da Conceição, na madrugada do dia 30.08.2012, no Bairro da Caema, na cidade de Imperatriz-MA.

O processo tramitava na 1ª Vara Criminal de Imperatriz, mas a pedido do Ministério Público, em julho de 2018 houve o desaforamento para São Luís (deslocamento da ação penal para outra comarca). O MP alegou que Dauvane Sousa Silva, além de policial, é apresentador de um programa de televisão em Imperatriz e vinha conclamando, no veículo de comunicação e em redes sociais, a sociedade local e os jurados para absolvê-los da acusação.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: