Justiça Eleitoral diploma candidatos eleitos na disputa de 2018 e os seus respectivos suplentes

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MA) diplomou nesta terça-feira (18), 92 candidatos eleitos e suplentes que disputaram a eleição deste ano, em sessão solene realizada no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana de São Luís. O presidente Ricardo Duailibe disse que, com este ato, estava a cumprindo a última etapa das eleições 2018 e que todos os diplomados já tiveram suas contas julgadas – independente de aprovadas, aprovadas com ressalvas ou desaprovadas.

“Entregamos esses diplomas com votos de que as esperanças e mudanças demonstradas pela vontade popular seja o norte de todos”, disse Duailibe, que fez um balanço do processo eleitoral no estado.

“Realizar eleições é uma importante tarefa que cabe à justiça eleitoral e que exige uma série de providências que são executadas com bastante antecedência, de modo que se possa cumprir todo o planejamento estratégico, elaborado em conjunto pelo conselho gestor e pelo comitê de atenção ao 1º grau”, acrescentou.

Segundo ele, é importante reconhecer e agradecer a todos que colaboraram, decisivamente, com a Justiça Eleitoral, transmitindo ao eleitorado maranhense a importância do voto responsável e com critérios, do voto consciente, do engajamento dos jovens no processo eleitoral, do combate às práticas ilícitas, não apenas para cumprir com nossa obrigação constitucional de realizar as eleições, mas também despertando no eleitor a importância da sua participação em momento nacional que exigiu de todos nós profunda reflexão e muita responsabilidade em nossas escolhas”.

Discurso de Flávio Dino – Para o governador reeleito pelo PCdoB, Flávio Dino, o diploma não é apenas uma folha de papel, mas sim algo que possui caráter transcendente que espelha sonhos, esperanças, pedidos e anseios de milhões de pessoas. Assim, representa muito para aqueles que somente tem o voto popular como um sinal da mínima igualdade de usufruto de direitos.

O governador agradeceu ao povo maranhense pelo segundo mandato, que “tem sabor melhor que o primeiro, pois se sente reconhecido pelo trabalho que vem desenvolvendo. Também salientou o empenho e dedicação dos membros da Corte e funcionários da Justiça Eleitoral maranhense que tudo fizeram no combate aos abusos de poder econômico, às manipulações nas redes sociais, tornando as eleições cíveis e limpas”.

Compuseram a mesa de honra membros da Corte Eleitoral, o procurador regional eleitoral, diretor-geral, prefeito, governador e os presidente do TJ, Assembleia e OAB. Familiares, amigos e correligionários dos diplomados, além da imprensa, prestigiaram a cerimônia.

Andréa Rezende – A deputada estadual Andréa Rezende, que sofreu acidente grave de carro durante a campanha, recebeu o diploma da Justiça Eleitoral maranhense em ato ocorrido no gabinete da presidência na manhã desta terça (18).

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: