Líder de quadrilha que roubou R$ 100 milhões em banco no MA é morto em confronto no MS

Morreu em confronto com a polícia do Mato Grosso do Sul, o homem que liderou o roubo de R$ 100 milhões da Central de Abastecimento do Banco do Brasil, em Bacabal, a 240 quilômetros da capital maranhense. José Francisco Lumes, o Zé de Lessa, foi morto em confronto com a polícia do Mato Grosso do Sul nesta terça-feira (03) na fronteira com o Paraguai.

Além de Zé de Lessa, mais quatro criminosos morreram e um acabou sendo preso durante troca de tiros com a polícia na manhã desta quarta-feira (04) em uma chácara localizada entre as cidades de Coronel Sapucaia e Aral Moreira, no Mato Grosso do Sul.

Zé de Lessa era o criminoso mais procurado da Bahia. Fundador da quadrilha Bonde do Maluco, Lumes é apontado como o chefe do ataque ao carro-forte da empresa de transportes de valores Brink’s, segunda-feira (2), no MS. Dezenas de assaltos, principalmente a agências bancárias, são atribuídas à quadrilha comandada por Zé de Lessa. No caso do Maranhão, a ação criminosa aconteceu em novembro do ano passado.

No assalto ao banco em Bacabal, o irmão de Zé de Lessa, Edielson Francisco Lumes, e outros dois integrantes da quadrilha, foram mortos em confronto com a polícia. Segundo a polícia, Edielson tinha a função de subchefe e repassava as ordens de Zé de Lessa à quadrilha, formada por pelo menos 80 bandidos.

A polícia revelou também, que Zé de Lessa estava foragido desde 2014 quando foi solto pela Justiça, porém continuava comandando os assaltos à distância. Informações dão conta de que ele estava escondido no Paraguai.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: