Liga alemã revela 10 casos de covid-19 nos clubes da primeira e segunda divisões

Bayern Munich's Polish forward Robert Lewandowski (L) celebrates scoring with his team-mate Spanish midfielder Thiago Alcantara during the German first division Bundesliga football match between FC Bayern Munich and BVB Borussia Dortmund in Munich, southern Germany, on April 6, 2019. (Photo by Matthias Balk / dpa / AFP) / Germany OUT / DFL REGULATIONS PROHIBIT ANY USE OF PHOTOGRAPHS AS IMAGE SEQUENCES AND/OR QUASI-VIDEO

De olho em uma possível retomada das competições em breve, a Liga de Futebol Alemã (DFL, na sigla em alemão) revelou nesta segunda-feira o resultado de testes realizados em jogadores, treinadores, fisioterapeutas e outros funcionários envolvidos nos treinamentos dos clubes das primeira e segunda divisões da Alemanha. Nele, 10 pessoas tiveram o coronavírus detectado no organismo entre os 36 times.

Em um comunicado oficial divulgado em seu site oficial, a DFL afirmou que realizou 1.724 testes desde a última quinta-feira – os treinamentos na Alemanha foram retomados no começo de abril. E 10 destas pessoas testaram positivo – gerando uma incidência de menos de 0,6% no total de examinados.

A DFL confirmou que os casos positivos foram relatados às autoridades de saúde da Alemanha e os clubes responsáveis implementaram as medidas de isolamento necessárias, respeitando os protocolos estabelecidos pela liga. A Bundesliga, que organiza o Campeonato Alemão, deve ser a primeira grande liga da Europa a retomar seus jogos e é esperado para essa semana um anúncio de uma data por parte do governo alemão, liderado pela chanceler Angela Merkel.

A entidade indicou que fará novos testes nesta semana para buscar casos isolados e descartar as possibilidades de resultados falso-negativos. Um próximo passo será o teste voluntário de familiares dos jogadores antes da retomada da temporada. Os testes nos elencos passarão a ser regulares – duas vezes por semana.

Na última sexta-feira, o Colônia informou que três membros do clube foram diagnosticados com o novo coronavírus: os jogadores Jacobs e Hauptmann e o fisioterapeuta Schütz. Eles na categoria 1 de contato (pessoas que moram juntas ou tiveram contatos com fluidos corporais com mais de 15 minutos de conversa sem isolamento).

Estadão Conteúdo

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: