fbpx

Mario Frias reage com agressividade após família ser impedida de se hospedar em hotel

Em uma série de tweets, publicados neste domingo, Mario Frias, secretário especial de cultura, criticou um hotel no Rio de Janeiro que, segundo ele, impediu sua família de permanecer. O motivo foi a falta de apresentação do comprovante de vacina, exigência que foi publicada em decreto estadual no início de dezembro como prevenção da variante Ômicron.

Frias usou palavrões para se referir a funcionários que seguiam o protocolo, afirmou que sua mulher e filha foram “expulsas” e prometeu “processar todos os responsáveis por esse ato”.

“Um merda inútil ter a coragem de impedir minha família de ter um teto para dormir às 21h da noite é criminoso. O mais revoltante é que, enquanto eles tratam o povo como escravo, estão por aí farreando e bebendo, como canalhas hipócritas que são!”, disse em um trecho.

A prefeitura tornou mais rígida a cobrança pelo passaporte da vacina. Desde o início deste mês é preciso apresentar o comprovante para acessar shoppings, por exemplo. A exigência também vale para áreas internas ou com cobertura de restaurantes e bares, para se hospedar em hotéis e para transportes individuais em geral. A vacina é a principal forma de controle para o aumento de casos de covid-19.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: