fbpx

Crime

Membro de igreja é preso suspeito de abusos contra menores

A “Operação Sem Alarde”, da Polícia Civil do Maranhão, efetuou a prisão de 15 suspeitos de diferentes crimes na Grande São Luís. A operação foi realizada entre os dias 6 e 20 deste mês.

Na última segunda-feira (20), último dia da operação, foi dado cumprimento a um mandado de prisão preventiva contra um suspeito de estupro de vulnerável.

De acordo com as investigações, ele se valia da condição de membro de uma comunidade evangélica situada em Paço do Lumiar para cometer os abusos contra menores, filhos de outros membros da igreja.

Durante a operação, foram priorizadas ações de combate aos crimes de natureza patrimonial, destacando-se a efetivação da prisão de suspeitos de roubos a coletivos.

A operação efetuou a prisão de 15 suspeitos de diferentes crimes, como de natureza patrimonial, roubos a coletivos, latrocínio (roubo seguido de morte), e de estupro de vulnerável (Foto: Divulgação)

Também houve prisão de envolvidos em roubos em diferentes circunstâncias e por suspeita de latrocínio – roubo seguido de morte.

Em outro momento da operação Sem Alarde, os policiais civis também efetuaram prisões em flagrante por tráfico de drogas.(central de noticias).

 

Advertisements

Deixe uma resposta