fbpx

Monster Hunter: Conheça a personagem de Nanda Costa na adaptação do famoso game

Monster Hunter

Adaptações de games já se tornaram comuns no cinema, mas a nova aposta do gênero é Monster Hunter, filme encabeçado por Milla Jovovich, repleto de cenas de ação, explosões e efeitos especiais. E tem representante brasileira no elenco de tal aguardada produção hollywoodiana: Nanda Costa tem uma participação bem especial no projeto.

QUEM É NANDA COSTA EM MONSTER HUNTER?

A trama de Monster Hunter começa quando um grupo de soldados — liderados por Artemis (Jovovich) — são transportados para um outro mundo, durante uma missão de resgate. O problema é que tal local é recheado de monstros gigantes e perigosos, que desejam matar tudo que apareça em seus caminhos. Paralelamente, a protagonista irá encontrar um sobrevivente: o habilidoso Hunter (Tony Jaa), que tem experiência nesse universo inóspito.

Sem dar muitos spoilers, o papel de Nanda Costa é Lea, cientista e caçadora, que faz parte de um grupo misterioso que enfrenta tais monstros. Essa será a estreia da atriz em um projeto hollywoodiano: “Como esse é um filme internacional, para mim, é como se fosse um primeiro filme de novo, por ser tão distinto de tudo o que estou acostumada a fazer. Me senti viva e começando”, comentou a atriz, em declaração oficial divulgada pela Sony Pictures.

QUEM ESTRELA MONSTER HUNTER?

Além de Nanda Costa e Milla Jovovich, o elenco ainda é formado por Tony Jaa (Velozes & Furiosos 7), Ron Perlman (Hellboy), T.I. (Homem-Formiga), Diego Boneta (O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio), Meagan Good (Shazam!), Josh Helman (Mad Max: Estrada da Fúria) e Jin Au-Yeung (+ Velozes + Furiosos).

A direção e o roteiro ficam sob a responsabilidade de Paul W.S. Anderson, marido de Jovovich na vida real. Juntos, eles já fizeram outra adaptação de games com a franquia Resident Evil. Desta vez, o diretor revelou que investiu em grandes cenas de ação, que demandaram preparo físico do elenco, e usou locações reais para os diversos cenários paradisíacos ou problemáticos que aparecem nas telonas. Segundo Nanda Costa, apenas por volta de 20% do filme foi feito em chroma key.

Por Adoro Cinema



Acompanhe essas e outras notícias em Imaranhao.com

Siga, também o Imaranhao no Twitter, Instagram

Curta nossa página no Facebook

Inscreva-se no nosso canal no Youtube


Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: