Moradores acusam Prefeitura de mandar demolir casa e colocar família na rua em Santo Amaro

Uma operação realizada por uma equipe de operadores de máquinas da prefeitura nesta quarta-feira (31), demoliu uma casa construída de forma irregular em um bairro pacato de Santo Amaro.

Segundo informações de moradores das redondezas, a medida foi tomada, através de uma ordem judicial expedida pela prefeitura do município, que autorizou o envio da equipe com uso de máquinas retroescavadeiras ao local e com apoio da Polícia Militar.

Segundo a dona de casa, a justiça e nem a prefeitura notificou a emissão da ordem judicial, porém a ação executada por mediação jurídica foi realizada sem qualquer hesitação da equipe que fazia o serviço de demolição.

A dona da residência que estava no local presenciou o momento infausto da demolição e viu o sonho da casa própria indo, literalmente, de cima a baixo.

Comovidos com esta atitude desumana e infeliz que foi severamente tomada, familiares e moradores estão revoltados com a situação em que a família da dona de casa foi deixada, visto que, foram desdenhados e humilhados com a destruição da única moradia que tinha, tendo que colocar seus móveis e objetos dispersos em meio ao ar livre.

Em meio ao prantos a dona da casa, Dona Val, relata que era um sonho de vida, ainda afirma que se não tivesse tirados seus animais (gatos) iriam ser mortos.

VEJA OS VÍDEOS NO MOMENTO DA DEMOLIÇÃO

A família, que até o momento está surpresa com a total destruição da casa, está desabrigada e sem ter a quem recorrer para obterem qualquer amparo legal por meio da Justiça.

O que soa estranho é que a prefeitura ( informamos que moradores e internautas que dizem que foi o órgão executivo que mandou demolir) em nenhum momento enviou fiscal, quando a casa estava sendo construída, para que assim não fosse continuada, pois o terreno era um antigo lixão, localizado no bairro Olho D’água, no município de Santo Amaro.

Atitude como essa demonstra a falta de humanidade e cuidado com o bem maior que é o cidadão, ainda mas vindo do órgão que é o representante maior do município e responsável por execução de trabalhos para a dignidade humana, prefeitura.

A constituição em seu artigo caput. Em especial o direito à moradia, pois ao lado da alimentação, a habitação figura no rol das necessidades mais básicas do ser humano e, é também, um direito fundamental desde 1948, com a Declaração Universal dos Direitos Humanos, tornando-se um direito humano universal, aceito e aplicável em todas as partes do mundo como um dos direitos fundamentais para a vida das pessoas. Contudo, é necessário a moradia ser digna.

Entramos em contato contato com o secretário de infraestrutura e obras, porém até o fechamento da redação não nos foi emitido nenhuma nota, aguardamos e colocamos espaço aberto aos esclarecimentos dos citados.

 

 

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: