Moro ‘corre risco com milícias’, diz Lula

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, participa da solenidade de abertura da 13ª Jornada Lei Maria da Penha

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ressalta risco da ação de milícias contra Sergio Moro, ex-ministro da Justiça e Cidadania.

” O Moro deve estar correndo mais risco agora sem a proteção da Polícia Federal do que quando era ministro. Ele deve estar correndo risco de vida. Não sei pra quem ele está pedindo proteção, porque um cara que mente como ele, que dá sentença que deu no meu caso, certamente não acredita em Deus.”

Lula ressalta o método do presidente Bolsonaro. “Me parece que é coisa pensada e deve ter o cara de comunicação que orienta ele. Qual a bobagem do dia, qual a bobagem da noite, qual a bobagem da saída, qual é a bobagem da volta. Porque a impressão é que parece uma coisa sem nexo, parece uma coisa irresponsável, mas tudo que ele faz é pensado. Tudo que ele faz chama atenção e ele ganha noticiário da noite.”

O ex-presidente afirmou ainda que condena ainda a conduta do presidente Jair Bolsonaro no enfrentamento da pandemia do coronavírus.

“O nosso foco é a pandemia. O nosso foco é salvar o povo de morrer com a facilidade que o governo. Nós não somos messias, somos seremos humanos que nos preocupamos com seres humanos. As pessoas que morrem pra nós não são números, são seres humanos que gostariam de estar vivendo, de poder continuar sonhando conosco nesse país.

“O seu Bolsonaro tem que saber se ele quer continuar falando as bobagens dele, se ele quer continuar fazendo as bobagens, ele, no mínimo, tem que saber que não pode presidir um país com o tamanho do Brasil.”

Lula participou da reunião virtual do Diretório Nacional do PT, na qual afirmou que o Ministro Nelson Teich não entende de saúde pública e defendeu o isolamento da população contra o coronavírus.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: