fbpx

Política

Moro e Flávio Dino se abraçam e dão risadas durante sabatina

Nesta quarta-feira (13), durante a sabatina na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, uma cena chamou a atenção dos internautas: Flávio Dino, indicado ao Supremo Tribunal Federal (STF), e o senador Sergio Moro (União Brasil-PR) aparecem se abraçando e rindo.

Moro é desafeto político dos aliados de Dino, pois foi juiz federal e responsável pela prisão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Além disso, o senador chegou a comandar o Ministério da Justiça no primeiro ano de mandato de Jair Bolsonaro, pasta hoje comandada pelo ex-governador do Maranhão.

O fato de ser oposição ao governo Lula, a forma informal e amigável com que Moro tratou e foi tratado por Dino surpreendeu a muitos e gerou muitos debates nas redes sociais.

Em sua defesa, ao saber que as fotos viralizaram, o parlamentar disse que foi cumprimentar Dino por “cordialidade” e que foi questionado pelo sabatinado sobre seu voto. Achando graça na pergunta, Moro riu.

– Fui até aí cumprimentá-lo. É um gesto de cordialidade. Vossa excelência me perguntou algo e eu achei graça, dei uma risada. Tiraram várias fotos e já está viralizando, como se isso representasse a minha posição – se defendeu Moro.

E continuou:

– Sempre deixei muito claro que eu tenho diferenças com o atual governo e vossa excelência faz parte do atual governo. Tenho diferenças profundas e tenho sido crítico, mas não perderei a civilidade. E não vou abrir mão disso para que possamos reduzir a polarização. Um gesto simples de ir ao cumprimentá-lo, como fiz com o procurador, já vira uma celeuma nas redes sociais como se isso fosse determinante do meu voto – disse o senador durante a sabatina.

Advertisements

Deixe uma resposta