Moro se oferece para prestar esclarecimentos ao Senado sobre Lava Jato

O ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro se colocou à disposição da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado para prestar esclarecimentos em relação ao escândalo das mensagens reveladas pelo The Intercept.

O presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), anunciou em Plenário que a intenção é que a CCJ ouça Moro na próxima quarta-feira 19, às 9h.

Segundo os diálogos publicados pela reportagem, Moro aparece orientando o coordenador da força-tarefa da Lava Jato, o procurador Deltan Dallagnol, com pistas, conselhos, indicando testemunhas e até mesmo antecipando decisões sobre a operação.

Em razão disso, a parcialidade do julgamento dele nos casos da Lava Jato passou a ser questionada. A Constituição e a lei exigem que o juiz mantenha distância tanto da defesa quanto da acusação em processos de qualquer natureza.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: