MPRJ apura suposto desvio de mais de R$ 3 mi de hospital em Petrópolis

Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) investiga suposto esquema de desvio de dinheiro do Hospital Clínico de Corrêas (HCC), em Petrópolis. Nesta quinta-feira, 8, o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do MP cumpriu dois mandados de busca e apreensão contra o ex-sócio da unidade, Alexandre Gonçalves Pessurno, suspeito de cometer o crime.

De acordo com a denúncia, Pessurno era sócio do HCC e teria desviado mais de R$ 3 milhões da instituição para outra unidade de saúde, o Hospital Nossa Senhora Aparecida (HNSA), que é administrado pelo filho. As investigações do MPRJ apuram, ainda, denúncias de que Pessurno teria utilizado as instalações do HCC para lavar peças de roupas hospitalares do Hospital Nossa Senhora Aparecida e da Casa de Saúde Santa Mônica (CSSM).

Segundo o MPRJ, as investigações apontam que Pessurno estaria se aproveitando das instalações e recursos do HCC para benefício próprio, sem as devidas contrapartidas.

Com informações do portal G1

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: