Mulher é estuprada e morta dentro de casa em Paraibano

A mulher identificada como Surama Coelho de Sá, conhecida como “Lamita”, de 36 anos, foi assassinada por um homem que gostava dela, mas não era correspondido. O crime ocorreu no início da madrugada desta segunda-feira (14) na cidade de Paraibano, a 511 km de São Luís, após a mulher retornar de um velório.

O assassino esperou a vítima entrar em sua residência, no povoado Varzinha, na zona rural da cidade, para cometer o crime. Antes de ser morta, ela foi estuprada.

Segundo alguns relatos, o homem sempre falava que Surama não seria de mais ninguém, caso não ficasse com ele.

Após o crime, o assassino chegou a falar para algumas pessoas que não queria ser preso. Em seguida, foi encontrado enforcado.

 

Dentro da casa da vítima, muitas coisas estavam fora do lugar, o que revela que a ela tentou, de todas as formas, se livrar do assassino.

Surama era casada e deixa dois filhos. O marido dela, identificado como Valmir, está trabalhando em São Paulo.

Com informações de Gilberto Lima

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: