fbpx

Curiosidades

Mulher relata relacionamento ‘erótico’ com um carvalho no Canadá

Sonja Semyonova, uma mulher de 45 anos da Ilha de Vancouver, Colúmbia Britânica, Canadá, revelou ser uma “ecossexual” e descreve um relacionamento “erótico” com um carvalho próximo à sua casa. Sonja, que é guia de autointimidade, afirma que essa conexão com a árvore preencheu um vazio emocional que ela sentia, proporcionando uma sensação de apoio e solidez.

A mudança de Sonja para a Ilha de Vancouver no inverno de 2020 coincidiu com caminhadas diárias durante a pandemia, onde ela passava por um grande carvalho. As experiências “eróticas” começaram no verão de 2021, e Sonja destaca a sensação de “erotismo” ao estar próxima a algo tão grande e antigo.

 

Forma diferente de erotismo

Embora esclareça que não pratica atos físicos com a árvore, Sonja enfatiza que os sentimentos que experimenta não são necessariamente os mesmos da sexualidade humana. Para ela, a ecossexualidade vai além do contato físico e engloba uma forma diferente de explorar o erótico, como observar a mudança das estações.

Sonja acredita que todos têm um aspecto ecossexual dentro de si e argumenta que reconhecer essa conexão pode contribuir para a resolução dos problemas climáticos. Ela destaca a importância de uma relação mais simbiótica com a natureza, que, segundo ela, poderia ser uma fonte de enriquecimento erótico para as pessoas.

A ecossexualidade, para Sonja, não se trata apenas de sexo entre pessoas e a natureza, mas de uma apreciação mais profunda da força vital que emana do meio ambiente. Ela sugere que compreender essa ligação pode levar a uma relação mais consciente e harmoniosa com a natureza, potencialmente beneficiando a saúde do planeta.

Advertisements

Deixe uma resposta